A corrida do ano

Por a 16 de Dezembro de 2005

A partida está marcada para 31 de Dezembro mas as acções das marcas que patrocinam o Lisboa-Dakar já arrancaram. O Euromilhões deu o tiro de partida mas no próximos dias outras marcas vão seguir-se

O Lisboa-Dakar começa dia 31 de Dezembro e atravessa Portugal, Espanha, Marrocos, Mauritânia, Mali, Guiné e Senegal. O rali termina dia 15 de Janeiro, com a chegada a Dakar e a distribuição dos prémios. Mas a corrida das marcas para se associarem a este evento já começou há muito tempo. Algumas marcas já são clássicos da competição, outras estreiam-se este ano (ver caixa Parceiros do Dakar 2006).

A grande novidade deste ano é que, pela primeira vez, a competição vai partir de Portugal, nomeadamente Lisboa. E com esta pequena nuance, houve várias empresas que não quiseram ficar de fora no que toca á associação á prova. A mais visível tem sido o Euromilhões (marca portuguesa do jogo europeu Euro Millions). No âmbito da política de patrocínios da instituição e das comemorações do primeiro aniversário do seu lançamento em Portugal, o Euromilhões assumiu o título de patrocinador principal, tendo para isso investido 1,5 milhões de euros.

“Pela grande visibilidade e cobertura mediática desta prova, contamos com um excelente retorno deste investimento não apenas a nível financeiro mas também através de um ganho de notoriedade da marca Euromilhões”, afirmou Daniel Galvão Martins, presidente do Departamento de Jogos da SCML, aquando da apresentação pública do patrocínio. Além do investimento no patrocínio acresce o investimento de cerca de um milhão de euros para a divulgação desta associação.

Estratégia Santa Casa

Com o objectivo de levar o ‘espírito Dakar’ a todo o país, foi iniciado, a 3 de Novembro, um roadshow que percorrerá 18 cidades. O camião Euromilhões irá promover o Dakar e envolver as populações no ambiente de aventura do rali. Os jogadores dos Jogos Santa Casa poderão também conhecer, por dentro, o ambiente real do Euromilhões Dakar. No dia 21 de Dezembro serão sorteadas 17 viagens duplas ao coração da prova em África. Um momento único e “excêntrico” ao alcance de quem apostar mais de 25 euros nos Jogos Santa Casa. Esta promoção está disponível nos cerca de 4500 pontos de venda dos Jogos Santa Casa e através do portal. O ambiente do Dakar poderá ser respirado nos três dias de verificações técnicas que precedem o arranque da prova em Lisboa. Diversos espaços dos Jogos Santa Casa, no Centro Cultural de Belém e em todo o recinto exterior, vão oferecer animações aos que forem assistir aos preparativos dos veículos participantes, entre 28 e 30 de Dezembro. No stand de verificações os participantes na prova serão convidados a jogar no Euromilhões e a depositar na tõmbola as suas apostas. “Todos os prémios que eles ganharem revertem para a acção de solidariedade Dakar Action”, explica Maria de São José Louro, directora comercial e de marketing dos Jogos Santa Casa. Para a etapa de Portimão a Santa Casa não está a prever ter nenhuma acção em específico “pois o ruído vai ser muito e era preciso um grande esforço financeiro para nos destacarmos”, explica.

Na campanha publicitária que comunica o patrocínio principal da marca Euromilhões ao Rali Lisboa-Dakar, a excentricidade de um euromilionário é também a mensagem principal. A segunda vaga da campanha Euromilhões Dakar estará no ar de 26 a 31 de Dezembro. Para além das iniciativas locais, o facto do Euromilhões ser title sponsor do Lisboa-Dakar confere-lhe um conjunto de contrapartidas em termos de visibilidade da marca em todos os suportes de comunicação da prova: publicações oficiais, site oficial, veículos participantes, vestuário de participantes e staff, merchandising oficial, pódio, media centers e áreas de verificações técnicas e administrativas.

“Durante os quinze dias de duração da prova reservámos uma presença especial na RTP, ás 22 horas, com um ‘Minuto Excêntrico’ que pretende abranger um público mais generalista”, explicou ao M&P Maria de São José Louro. Neste minuto serão dadas a conhecer curiosidades dos bastidores e algumas novidades. “Além disso, o Euromilhões é o único patrocinador do compacto diário de 30 minutos que a RTP irá exibir”, refere.

Um dos objectivos do patrocínio do Euromilhões é conquistar segmentos mais jovens da população potencialmente apostadora, nomeadamente nos segmentos 18-24 e 24-35 anos. Pretende chegar também ás classe mais altas que por regra não são apostadoras.

Cerveja sim.. mas sem álcool

Através da sua cerveja sem álcool Super Bock Twin, a Super Bock, marca da Unicer, é patrocinadora da Grande Partida do Rali Lisboa-Dakar 2006. Num investimento de aproximadamente 400 mil euros, incluindo o valor de patrocínio, media e infra-estruturas, a Super Bock Twin estará nas zonas de partida das duas etapas do Lisboa-Dakar a realizar em território português. A presença da marca vai estender-se ao longo de todo o percurso das duas etapas em Portugal -no Alentejo e Algarve – procurando “matar a sede” dos aficcionados de todo-o-terreno que aproveitarão o fim-de-ano para acompanhar a prova.

Paralelamente á competição, a Super Bock será a cerveja oficial de todos os eventos que irão assinalar o Lisboa-Dakar. A partir de 27 de Dezembro, a marca de cervejas acompanhará a recepção de todos os carros envolvidos na competição junto ao Mosteiro dos Jerónimos.

Em Portimão, a Super Bock dará o seu contributo para a grande festa a realizar-se a 31 de Dezembro, onde são esperadas mais de 40 mil pessoas. A Super Bock é ainda a cerveja oficial da Grande Gala de Solidariedade Lisboa-Dakar, que contará com a presença do Alto-Comissário da ONU para os Refugiados, António Guterres. O patrocínio será comunicado aos portugueses com uma campanha que segue o mote: 'É loira. É boa. É provável que lhe ofereçam camelos.', num conceito desenvolvido pela Strat.

Via Verde fornecida pela Brisa

As equipas concorrentes do Lisboa-Dakar 2006 vão estar equipadas com Via Verde, na viagem entre Lisboa e o Algarve. A Brisa é patrocinador local do Lisboa-Dakar, envolvendo-se não só através de uma participação financeira, mas também através da colaboração logística.

O envolvimento da Brisa no Lisboa-Dakar justifica-se, segundo a empresa, por se tratar de um evento desportivo de grande prestígio e relevância internacional, mas também de um evento com forte impacte social e cultural. A Gala também é apoiada pela Brisa.

A ligação entre Lisboa, onde vão concentrar-se as verificações técnicas, e Portimão, de onde será dada a partida para o Dakar, será feita em grande parte percorrendo a A2 no dia 31 de Dezembro, apenas se interrompendo para a primeira especial do Lisboa-Dakar, na região de Beja.

Ainda no plano operacional, as mais de mil viaturas que integram a caravana do Lisboa-Dakar vão usar a Via Verde no seu trajecto em auto-estrada. A Brisa é ainda patrocinadora das duas festas que assinalam a passagem de ano e que decorrem na cidade de Portimão.

Também a Sical optou por patrocinar a Grande Partida Lisboa-Dakar 2006. Em simultâneo, desenvolveu a Sical Adventure Team, que vai participar no Lisboa-Dakar 2006 com o piloto Rodrigo Amaral. A Sical espera que os portugueses sigam esta prova de uma forma diferente, revelando um maior envolvimento.

No segundo fim-de-semana de Dezembro o piloto do Sical Adventure Team, Rodrigo Amaral, iniciou uma digressão por Portugal de forma a apresentar a KTM 660 Rallye, com que irá participar no Lisboa-Dakar 2006. A moto do piloto português está e vai estar em exposição em diversos centros comercias, tendo começado no NorteShopping. “Como é sabido, o Lisboa-Dakar terá início na capital e rumará em direcção ao Sul de Portugal. O nosso objectivo é permitir que as pessoas que residem no Norte do país também tenham hipóteses de ver de perto a máquina que utilizarei nesta grande prova e possam ‘sentir’ um pouco desta grande aventura”, referiu Rodrigo Amaral.

Durante mais duas edições está garantida a partida do rali de Lisboa. Resta saber se os patrocinadores se irão manter. Maria de São José Louro referiu ao M&P que isso vai depender dos resultados alcançados nesta edição. “O contrato que fizemos foi feito para este ano com possibilidade de estender por mais um ou dois anos. Até 15 de Março temos de dizer se vamos ou não manter o patrocínio”, concluiu a responsável dos Jogos Santa Casa.

Quem está no Lisboa-Dakar 2006

Euromilhoes: parceiro do título

Total: parceiro oficial. Além do título de parceiro oficial, a Total tem duas acções. Uma delas é a ajuda aos concorrentes através do Troféu Total do Fair-play e o Troféu Elf Moto. A outra é o fornecimento dos combustíveis.

Henkel: fornecedor oficial. A Henkel é de novo o fornecedor oficial de produtos como adesivos, juntas, produtos de manutenção e de limpeza, fitas adesivas e kits de reparação.

Renault Trucks: fornecedor oficial. 25 veículos participarão na edição 2006.

Rodania: cronometrista oficial.

Cidou: fornecedor oficial. Pelo terceiro ano consecutivo, a Cidou é Fornecedor Oficial e Sumo de frutas Oficial do Dakar.

Columbia: A Columbia Sportswear Company é uma das maiores marcas mundiais de roupas de ar livre e a primeira marca de roupas de esqui dos Estados Unidos.

Euromaster: fornecedor oficial. A Euromaster actua na área dos pneus e é especialista da manutenção corrente de veículos.

BFGoodrich: fornecedor oficial de pneus.

Vision Grand Large e Serica: co-fornecedores oficiais. Pelo quinto ano consecutivo participam como fornecedores oficiais para a elaboração da sinalética.

Montaudon: casas de champagne

Haulotte: fornecedor official de plataformas de elevação de pessoas e materiais.

France Info, France televisions, Record, Correio da Manhã e RFM: media partners

Mais patrocínios

A Montez Champalimaud patrocina a equipa liderada pelo piloto Português Helder Oliveira.

A Tsunami, marca nacional de equipamentos informáticos, patrocina a equipa do piloto Paulo Marques.

A BP Ultimate realizou uma parceria pan-europeia com a Volkswagem Motorsport, tornando-se o combustível oficial da Volkswagen Motorsport Dakar Team.

Deixe aqui o seu comentário