Raquel Gonçalves

Por a 21 de Maio de 2004

Formou-se em gestão de recursos humanos mas apaixonou-se pela publicidade e pelo design. Agora assumiu a direcção comercial da MaisDesign

Maria João Lima

AMaisDesign, empresa de Design do Grupo Central de Comunicação, tem uma nova directora comercial. Chama-se Raquel Gonçalves, tem 34 anos e um percurso profissional peculiar.

Raquel Gonçalves entrou para a área de publicidade um pouco por acaso. No terceiro ano do curso de Gestão de Recursos Humanos tinha um bocadinho de tempo livre e decidiu experimentar trabalhar em publicidade. Começou como account júnior. Gostou essencialmente de estar sempre a fazer coisas diferentes. “Cada projecto é um projecto. Há bases idênticas, mas os produtos são sempre diferentes. Pode-se estar a trabalhar um mesmo cliente, mas há coisas que mudam todos os anos: pode ser a comunicação do produto, um lançamento”, explica Raquel.

Acolhimento e aprendizagem

Raquel Gonçalves recorda que teve a sorte de trabalhar com pessoas que a acolheram e que lhe ensinaram como é que as coisas funcionavam. Não tinha a base que as pessoas que têm formação em publicidade têm. “Mas tive sorte porque as pessoas que me quiseram ajudar souberam ensinar-me”, explica.

Ao fim de dois anos de iniciar a sua experiência na área da publicidade, o curso de Gestão de Recursos Humanos chega ao fim. Raquel fica sem saber o que fazer. Tinha duas hipóteses: continuar na área da publicidade ou procurar emprego na área da licenciatura. Há quem julgue que Raquel Gonçalves optou pela área da publicidade por ser mais fácil porque já lá estava a trabalhar. Mas não foi isso. “Eu tinha algumas dúvidas em relação ao meu curso especialmente por causa da área mais fria da gestão de carreiras e de salários”. Mas Raquel admite que o curso lhe trouxe conhecimentos na componente de equipes. Consegue sentir as necessidades das pessoas e corresponder ás necessidades de quem trabalha com ela. “E isso tem a ver com a formação que tive”, explica.

Raquel Gonçalves esteve em publicidade cerca de dois anos. Depois surgiu a hipótese de ir para a área do design.

Entrada no mundo do design

A mudança não foi difícil porque Raquel Gonçalves foi fazer a ligação entre a publicidade e o design. A NovaPublicidade trabalhava a conta dos CTT e era preciso alguém que ficasse com a área do design. Juntamente com a NovaPublicidade, a NovoDesign passou a receber os briefings dos CTT e o que era publicidade ficava com a NovaPublicidade e o que era design ficava com o NovoDesign.

Nesta fase Raquel Gonçalves conseguiu ir separando as águas. Não rompeu com o lado da publicidade para ir para o do design. Foi uma passagem.

Passado um ano de estar quase em exclusivo com a conta dos CTT é convidada para ser directora de conta da Telecel. Era um grande desafio porque era a conta mais importante da NovoDesign. Na altura ficou um pouco assustada. Mas, agora, olhando para trás recorda que foi uma experiência agradável. Trabalhou pela primeira vez a área das telecomunicação que na altura tinha muito peso. Estavam a florescer e era tudo muito novo. Foi o nascer das vitaminas e o decliná-las em novos targets.

Passado um ano e estar com a Telecel, Raquel Gonçalves faz uma pausa na carreira para se dedicar á família. Foi ter o seu segundo filho.

Quando regressa fica com o projecto de nova imagem da Galp. A intensidade do projecto foi de tal ordem que no final Raquel teve de fazer uma pausa de 5 meses.

Depois ficou com o receio do “como vai ser quando voltar”. Tem um convite para integrar a Design Force, uma empresa do grupo NovoDesign. E aceitou. Nesta empresa trabalhou com clientes mais pequenos: Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, Private banking do BPI, Nicola, Nobre. Esteve lá pouco mais de um ano.

Começou a sentir que lhe faltava mais qualquer coisa. É nesta altura que surge a oportunidade de regressar á NovoDesign. Aí trabalha a conta da Nestlé com marcas como cafés Buondi e cafés Cristina. “Dirigi uma equipa de pessoas só para a Nestlé”. Cerca de 80% do tempo destes colaboradores foi dedicado ao projecto da Spazio Buondi

E agora, mais uma vez, sentiu que estava na hora de fazer uma mudança. E surgiu o desafio da MaisDesign.

Projectos marcantes

O projecto de criação da mascote do ‘Netc’ da Telecel onde imaginaram a famosa gaiola com pássaro marcou particularmente Raquel Gonçalves. Outro projecto que também recorda com carinho foi o do Spazio Buondi. “Foi um projecto interessante a nível estético e de conciliação de várias áreas de comunicação. Foi enriquecedor e muito intenso”, comenta. Mas a mudança de imagem da Galp também dificilmente será esquecida por esta profissional.

O Brasil e a família

Raquel Gonçalves esteve 8 anos no Rio de Janeiro. A família paterna é toda brasileira. Do Brasil, Raquel guarda óptimas recordações e tem muitas saudades. E essa temporada no Brasil acabou por influencia-la no seu modo de estar e de relacionamento com as pessoas. Voltou para Portugal quando tinha 11 anos. “Voltei na altura de sedimentar amizades e construir raízes”, comenta.

Quando chegou a altura, Raquel casou e depois teve dois filhos (que têm 3 e 7 anos). Raquel valoriza muito a família e tenta sempre estar com eles. “O pouco tempo livre que tenho é para estar com os meus filhos e fazer o que eles gostam.” Uma das actividades que mais a liberta do stress é cozinhar: “Nunca sigo uma receita do princípio ao fim. Invento sempre.” E esta é uma actividade que consegue fazer com os filhos.

Tenta cumprir e fazer cumprir os horários de trabalho. Quando não é possível, em vez de sair ás 9 ou 10 da noite, tenta ir a casa para acompanhar a família nos banhos e jantares e, depois se for necessário, volta ao escritório ou leva trabalho para fazer em casa.

[email protected]

Deixe aqui o seu comentário