“Tudo a que temos direito”

Por a 16 de Março de 2001

• Anunciante: Bruno Galvão, gestor de produto da Sumol, Gestão de Marcas, afirma que «o briefing dado á agência de publicidade englobou todas as indicações ao nível do produto, bem como do target e posicionamento que se pretendia atingir». Tendo em conta estas pretensões, o responsável salienta que o filme «atingiu os objectivos pretendidos, nomeadamente ter conseguido elevados índices de notoriedade, bem como transmitir o posicionamento do Sumol Light». Em relação á importância da comunicação e publicidade para a Sumol, Bruno Galvão afirma que «tanto o Sumol Light como a Sumol são “mass products” e, como tal, a sua comunicação tem de passar pelos “mass media”. Só assim se consegue criar uma imagem de marca associada ao posicionamento que se pretende atingir». A campanha de lançamento do Sumol Light tem como objectivo «atingir, no mais curto espaço de tempo, o maior número de pessoas possível. Como tal, a televisão é o meio de comunicação privilegiado para esse fim. No caso específico do Sumol Light, foi através do filme que se conseguiu mais facilmente transmitir o conceito e a novidade ao mercado», conclui.

•Agência: «A assinatura “tudo a que tens direito” representa a exigência máxima de qualquer consumidor e o Sumol Light é isso mesmo. Tem tudo o que um refrigerante pode dar: pleno de sabor, frescura e, ainda por cima, com metade das calorias», refere Alexandre Correia, director de contas da JWThompson. A ideia do filme surgiu, segundo o responsável, «de uma forma banal. O que temos é uma “vending” onde existe um corrupio de mulheres bonitas que vão buscar Sumol Light para beber e, do outro lado, uma mesa onde quatro rapazes tipicamente portugueses disputam o melhor lugar para observar todo o movimento. Para eles, funciona como um jogo: cada um tem cinco minutos para ocupar o melhor lugar da plateia». Em relação a exigências, Alexandre Correia afirma que estas tiveram apenas a ver com as do segmento e categoria onde o produto se insere e, tendo em conta o anúncio, «o resultado pretendido foi atingido na plenitude».

•Produtora: As filmagens do anúncio decorreram no Parque das Nações, mais precisamente na República da Cerveja, e demoraram apenas um dia. Segundo Sérgio Barata, realizador da Panorâmica 35, «o resultado final foi claramente o pretendido, uma vez que o objectivo do anúncio é tentar passar a mensagem de que o Sumol Light é o produto ideal para jovens e pessoas que se preocupam com o aspecto físico. Por outro lado, não aconteceu nada de inesperado». A campanha, cujas filmagens foram da responsabilidade da produtora Panorâmica 35, baseia-se «num grupo de quatro amigos que tiveram de fazer alguma comédia, que é algo um pouco difícil para nós, portugueses», refere Sérgio Barata. O realizador acrescenta: «A piada do filme está precisamente no facto de as quatro personagens estarem completamente “babadas” enquanto várias raparigas bonitas se dirigem á máquina de bebidas».

Deixe aqui o seu comentário