Telecel reforça sector das telecomunicações

Por a 5 de Janeiro de 2001

A Telecel subiu ao primeiro lugar do ranking geral de eficácia publicitária na 31ª vaga, período de 18 a 22 de Dezembro de 2000

Com a subida da Telecel da quinta para a primeira posição, o que representa um crescimento de 80% face á classificação anterior, a operadora de telecomunicações destrona a Mercedes, que se manteve na liderança da tabela durante duas semanas.

O Jumbo também subiu para o segundo lugar deste ranking, resultado de um crescimento de 42%, contribuindo assim para a ligeira queda da Portugal Telecom, que se encontra agora na terceira posição. No entanto, as telecomunicações voltam a estar em grande força nesta tabela. A representar o sector, em quinto lugar está a Optimus, logo seguida da TMN, em sexto lugar. A Yorn está também entre os dez primeiros lugares, ao subir da 17ª posição para a oitava.

As marcas de automóveis são as que registam maiores descidas nesta vaga. Além da já referida Mercedes, tanto a Fiat como a Peugeot e a Opel vêem cair as suas posições. Apenas a Renault contraria a tendência, uma vez que sobe sete posições, e a Citroën, que se mantém no 10º lugar. De referir que a IOL entrou para a tabela das 30 campanhas mais recordadas, em 26º, depois de antes ocupar o 60º lugar.

Também para as classes A, B e C1, a Telecel é a marca com maior eficácia publicitária. A operadora registou uma subida do sétimo para o primeiro lugar e fez descer a Mercedes, igualmente líder desta tabela na semana anterior, ao segundo lugar, caindo 11,7% relativamente á 30ª vaga. A tendência de crescimento do sector das telecomunicações mantém-se na tabela das classes A, B e C1. Aqui, a Portugal Telecom e a TMN ocupam respectivamente o terceiro e o quarto lugares. A Optimus e a Yorn também não estão muito longe. A Fiat registou a maior descida, acompanhada de perto pela Peugeot, Opel e Citroën. Vertiginosas são as subidas do Pingo Doce, que salta da 92ª posição para a 25ª, e da campanha do Racismo, que sobe do 53º para o 11º lugar.

Na classificação das classes C2 e D, mantém-se a tendência da vaga anterior. O Jumbo continua em destaque, com a Telecel no segundo posto. Das restantes presenças, volta a destacar-se o facto de o sector das telecomunicações se manter nos primeiros lugares da tabela, com a Optimus na terceira posição, a subir 49%, e a Portugal Telecom na quarta, com uma quebra de 17%. Também nestas classes o sector automóvel está em baixa.

Deixe aqui o seu comentário