«Queremos ser reconhecidos dentro de um ano»

Por a 15 de Dezembro de 2000

Michael Barbosa Director criativo da ID Consultores de Design

Constituída em Setembro último, a ID apresentou recentemente o seu primeiro trabalho: a nova imagem corporativa da Saloio. Michael Barbosa, director criativo da ID, faz o balanço dos três primeiros meses de actividade.

Em que consistiu a mudança de imagem da Saloio? O Queijo Saloio tinha já uma forte tradição e uma sólida presença no mercado. O problema é que estava a utilizar o mesmo nome da empresa nos produtos. A ID decidiu diferenciar a empresa, que passou a designar-se apenas Saloio, enquanto os produtos assumiram uma identidade quase própria. Reinventámos uma marca e depois fizemos as aplicações, que são bastante importantes porque são a manifestação de uma nova ideia.

É importante que os consumidores percebam a alteração? A marca representa uma filosofia e, se uma mudança não é bem explicada, os consumidores podem não entender o seu significado. Além de que o mais importante não é a imagem de uma marca, mas sim a ideia central que está por detrás dela.

Não vos assusta que o consumidor não aceite a mudança? Claro, mas certificamo-nos sempre de que a mudança é bem comunicada. E interessa comunicar as alterações não só aos clientes como aos próprios funcionários da empresa. Mas é importante perceber que as alterações de imagem só acontecem em determinadas situações — quando surge um produto novo ou quando uma empresa entra numa nova área de negócio.

Há sempre a preocupação de se fazer estudos de mercado e de os consumidores serem ouvidos? Por vezes, mas pessoalmente duvido de alguns estudos, porque os resultados podem ser manipulados. Mas na ID temos sempre a preocupação de ouvir quer os consumidores quer os funcionários da empresa.

O que faz exactamente um consultor de design? Trabalhamos a identidade dos nossos clientes, o que significa a mudança de imagem de uma empresa ou de um produto. Mas fazemos tudo, o “full package”, como se diz.

Como foi criada a ID? A ID nasceu da parceria entre a agência inglesa Wolf Olins e a BBDO. A Wolf Olins já tinha feito alguns trabalhos em Portugal, mas havia o problema da distância, dos custos e até de cultura. O facto de sermos parceiros da BBDO dá-nos alguns benefícios. Vamo-nos ajudar mutuamente.

Projectos e objectivos para 2001? Estamos a trabalhar, mas ainda numa fase de desenvolvimento, uma vez que são projectos que serão lançados no próximo ano. Quanto a objectivos, queremos que a ID seja daqui a um ano reconhecida na área do design e da consultoria. Sei que vai ser difícil, porque já existem muitas empresas, mas a ID tem as suas mais-valias.

Deixe aqui o seu comentário