Num estalar de dedos

Por a 30 de Novembro de 2000

• Anunciante: José Pena do Amaral, administrador do BPI, afirma que esta campanha tem «características interessantes, uma vez que conjuga uma marca, um produto, um serviço e um canal de distribuição». E realça o facto de o BPI ser o primeiro a disponibilizar em Portugal um serviço de crédito á habitação com aprovação online. Quanto ao filme em si, José Pena do Amaral explica que associaram dois actores — José Manuel Mendes, do Teatro da Cornucópia, protagonista do filme destinado a promover o serviço BPI Net, e Fernanda Serrano, que deu a cara pelo Serviço de Documentos, para dar continuidade á linha de comunicação deste ano — uma vez que eram já conhecidos do público. Quanto ao candidato á compra de casa, o actor Nuno Lopes, também do Teatro da Cornucópia, «a sua presença completava a situação que se pretendia criar».

•Agência: A supervisora criativa da conta da JWThompson, Paula Madeira Rodrigues, explica que o filme é eficaz porque «tanto o problema como a solução são apresentados pelo próprio consumidor, numa linguagem simples, num tom coloquial e numa situação relativamente plausível». Este princípio tem servido de base á comunicação da marca neste ano, de tal forma que neste filme não se sabe ao certo «se é um anúncio que explora uma conversa ou se são conversas que quase parecem anúncios».

•Produtora: De acordo com Miguel Varela, director de produção da Tangerina Azul, as filmagens foram realizadas num estúdio e tiveram a duração de um dia. Em termos técnicos, refere que «as imagens do computador foram filmadas em croma e adicionadas na fase de pós- -produção». Quanto ao desempenho dos protagonistas, Miguel Varela entende que «são bons actores, pelo que o trabalho foi mais fácil e mais rápido». O estalar de dedos de Fernanda Serrano, que simboliza a facilidade de resposta ao pedido de crédito, foi «um gesto normal, bem enquadrado», finaliza o director de produção.

Deixe aqui o seu comentário