«Mudança na continuidade»

Por a 25 de Agosto de 2000

Paulo Teixeira Director de Marketing da teleweb

Apesar de formado em Engenharia Electrónica e de Computadores pelo Instituto Superior Técnico, Paulo Teixeira começou bem cedo a interessar-se por questões relacionadas com o marketing. A sua nomeação para a direcção do departamento de marketing da Teleweb foi precisamente consequência do seu á vontade nesta área. Depois de tirar um MBA na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, Paulo Teixeira ingressou em 1999 na Compaq, “uma multinacional com a habitual dinâmica de renovação. O que me atraiu neste projecto? Em primeiro lugar, o desafio de ter muito para construir e de ser um negócio em expansão. Atraiu-me uma área em que é oferecido um serviço quase fundamental para a economia actual. E o mais importante é que mantenho todo aquele prazer tecnológico que sempre tive. Foi uma espécie de mudança na continuidade”, refere o novo director de marketing. Devido seu percurso profissional, com 37 anos, Paulo Teixeira dispõe já de uma grande experiência no sector das tecnologias de informação. O sua carreira começou, como explica, “pela engenharia. Andei a mexer em fios e em bytes, naquelas coisas que os engenheiros gostam. E gostei. Comecei o meu percurso no Laboratório Nacional de Engenharia e Tecnologia (LNETI), depois passei para a Compta, empresa que trabalha próximo dos operadores de telecomunicações e da banca. Naturalmente, as minhas funções foram aproximando-se gradualmente do negócio dessas instituições. Fui lidando cada vez menos directamente com a tecnologia, embora esta tenha estado sempre presente, e fui tendo cada vez mais a noção do que os meus parceiros de negócio faziam. E quanto mais aprendia, mais me interessava pelos aspectos comercial e das vendas”. A entrada no marketing foi acontecendo também pelo desejo de “entender o que movia os meus clientes. É importante não é só conhecer uma empresa, mas também a forma como as pessoas a conhecem. A minha perspectiva do marketing sai um pouco fora dos paradigmas típicos que se ensinam nas universidades, mas a minha abordagem tem sido construída com base nos fenómenos existentes nas relações entre as instituições e os seus clientes: basicamente o que uma empresa deve saber do seu cliente e o que deve utilizar para que o cliente se sinta bem tratado”, acrescenta. A entrada de Paulo Teixeira coincidiu com a aposta da Teleweb no mercado empresarial. Quanto a novos projectos, apenas garante que “passam pelo aprofundamento da relação ‘um para um’. Estamos a desenvolver um conjunto de actividades, que passam pela criação de parcerias com os nossos clientes”.

Deixe aqui o seu comentário