Neurónio em 3 dimensões

Por a 26 de Maio de 2000

A empresa aposta agora na consolidação do negócio da animação e efeitos visuais

A Neurónio, empresa que actua na área da multimedia e animação, surgiu no ano de 1992. Os seus primeiros anos de actividade foram mais vocacionados para a internet, mas desde 1995 a empresa tem vindo a fomentar o seu crescimento na área de animação (2D e 3D) e efeitos visuais, com especial incidência no que diz respeito ao 3D. De acordo com Sandra Fialho, responsável de marketing e comunicação para a área de animação, «tem havido uma procura maior nesta técnica e as pessoas começam a aperceber-se de que a animação não é só fazer bonecos. Com a animação (2D e 3D) e os efeitos visuais é possível desenvolver material que não é exequível pelos meios convencionais». Em termos de animação, o 3D é o que tem tido mais procura e onde a empresa tem registado forte crescimento. Peugeot e Pringles são alguns dos exemplos de clientes que já recorrem a esta técnica para algumas das suas campanhas. No entanto, os responsáveis pela empresa sentem que o mercado nacional ainda está pouco sensível ás vantagens na sua utilização. Para Sandra Fialho, «o mercado ainda não se apercebeu do potencial desta técnica, ainda se associa muito o 3D ás coisas plásticas e artificiais, o que não corresponde á verdade». A responsável afirma ainda que «a maioria das pessoas não acredita que em Portugal se produz esse trabalho com qualidade». Redução de custos e de timings, bem como maior flexibilidade, são vantagens apontadas na utilização do 3D. Segundo Sandra Fialho, «a Neurónio não é, e não quer ser, mais uma produtora de imagem ou uma agência criativa. Pretendemos, sim, complementar o trabalho e colmatar possíveis lacunas nas áreas que as mesmas não dominam».

Deixe aqui o seu comentário