Cabovisão expande-se

Por a 31 de Março de 2000

A Cabovisão está a alargar a rede ao Sul e centro do país. A entrada no negócio dos telefones fixos é outra aposta a curto prazo

A Cabovisão está a preparar a abertura de um escritório em Lagos e prevê angariar os primeiros clientes residentes naquela cidade durante a primeira quinzena de Abril. Outras localidades em que a Cabovisão está a fazer chegar a rede são Alcobaça, Nazaré, Batalha e Peniche. Atingidos estes pontos, passa a abranger toda a península de Setúbal, onde tem a sede, Beja, Castelo Branco, Covilhã, Fundão, Guarda, Aveiro, Águeda, Estarreja, Seia, Caldas da Rainha, Sines e Santiago do Cacém, para além de Lagos e das demais localidades acima referidas. Outro projecto da operadora de televisão por cabo passa pela área das telecomunicações. A rede bidireccional permitiu a recente aposta na exploração de serviços de internet, através do Netvisão. Agora, a Cabovisão aguarda autorização do Instituto das Comunicações de Portugal (ICS) para entrar na corrida das operadoras telefónicas de rede fixa. Também neste caso, através da rede bidireccional. Como explica o responsável pelo mercado residencial da Cabovisão, José Carlos Soares, a ser autorizado, este serviço não necessita de um pré-indicativo como as demais operadoras da rede fixa nem implica necessariamente que o cliente esteja ligado á internet. Na sequência desta nova área de negócio, a Cabovisão irá também reforçar os seus quadros. Outro projecto em curso é a reformulação do site da empresa. Para tal, estão a ser consultadas a Sii Multimedia, a Ciberguia e a Ruído Visual. A Cabovisão tem cerca de 64 mil clientes do serviço de televisão por cabo e o Netvisão tem 500 clientes.

Deixe aqui o seu comentário