Portugal nos dez menores

Por a 26 de Novembro de 1999

Em contagem decrescente para a viragem do século, a internacional Zenith Media lançou um olhar sobre o mundo da imprensa escrita

Os últimos anos da década de 90 foram muito proveitosos para os grandes “donos” da imprensa europeia. De acordo com a World Association of Newspapers que, segundo a revista inglesa “Campaign”, se reuniu em Zurique no passado mês de Junho, contrariamente ao que estava previsto no início da década os jornais tendem a subir de circulação e a angariar maiores fatias de investimento publicitário. De acordo com a mesma investigação, levada a cabo pela Zenith Media, o investimento publicitário nos últimos cinco anos registou um aumento superior a 20%. Portugal parece todavia estar ainda na cauda deste boom, com uma percentagem de 9%, apenas precedido pelo México, com 8%. Em termos nacionais, a Dinamarca atingiu, no ano passado, um share de investimento publicitário em imprensa na ordem de 68%, seguida do Luxemburgo, com 65%, e da Malásia e Suécia, ambos com 58%. Interesante também constatar neste estudo que o jornal alemão “Bild” continua a liderar a circulação em termos europeus, seguido pelos três jornais ingleses “The Sun”, “Daily Mail” e “The Mirror”. Na lista dos 100 maiores jornais europeus, apresentada pela mesma publicação, não figura nenhum jornal português. Outro dado interessante avançado pela investigação da Zenith Media é o papel cada vez mais relevante da utilização da Internet. O suporte informático outrora visto como uma ferramenta promocional das publicações é actualmente encarado como um complemento editorial dos jornais tradicionais.

Deixe aqui o seu comentário