A Net no cabo

Por a 26 de Novembro de 1999

A TV Cabo e a Cabovisão acabam de lançar os seus serviços de Internet. Além da rapidez, em casos de bidireccionalidade na rede não será necessário recorrer ás linhas telefónicas

Num espaço de dias, e talvez aproveitando a abertura da Expo Telecom, no dia 24, tanto a TV Cabo como a Cabovisão lançaram os seus serviços de Internet. A grande novidade consiste, todavia, no facto de ao utilizarem qualquer um destes serviços, os assinantes cuja rede está em zonas já com bidireccionalidade na rede, não terão de pagar impulsos á Portugal Telecom nem mesmo ocupar a sua linha PT. Por outro lado, as redes de cabo permitem uma rapidez cerca de dez vezes superior ao RDIS. Como seria de esperar, a TV Cabo acrescenta também mais um serviço, o portal Sapo. Assim, vejamos. Segundo a TV Cabo, este serviço estará disponível em 100 mil casas na região de Lisboa, estando previsto o seu alargamento durante o ano 2000. Por sua vez, a Cabovisão tem o serviço disponível para os seus clientes na zona Sul, estando previsto que até 2001 todos os clientes das zonas onde operam possam aceder á rede via cabo (neste momento, a Cabovisão conta com 50 mil assinantes). Para que um cliente tenha acesso á Net via cabo terá de comprar ou alugar um modem específico para a rede cabo. Este custará, para os assinantes da TV Cabo, entre 54 e 64 contos, sendo o custo de instalação de 15 contos. Os assinantes da Cabovisão, por sua vez, terão de desenbolsar uma quantia de 50 contos e pagar 10 contos pela instalação. O aluguer deste equipamento que, segundo os responsáveis da Cabovisão, é mais interessante devido á sua manutenção, custará cerca de 2250 escudos. Já no caso da TV Cabo, a empresa prefere vender o equipamento a preços suaves (1800 escudos/mês) durante 60 meses consecutivos. Relativamente aos serviços prestados, as empresas optaram por planos diferentes. Enquanto a TV Cabo oferece duas modalidades distintas com base no número de horas de utilização, a Cabovisão prefere diferenciar o preço consoante a velocidade de transmissão. Assim, no caso do Netcabo, há duas alternativas: o Speed on, para grandes consumidores, (onde o tempo não é contado) ao custo de 6900 escudos/mês; e o Speed use, onde cada impulso de 30 minutos custará entre 123 e 126 escudos. No caso do Netvisão, o custo varia consoante a velocidade de transmisão: 6750 escudos para 512 K, 4500 escudos para 256 K e 3 mil escudos para 128 K.

Deixe aqui o seu comentário