CNL: visão comercial

Por a 17 de Setembro de 1999

Três dias após o início das emissões regulares é possível fazer um esboço da política comercial seguida pelo CNL

O Canal de Notícias de Lisboa (CNL) já é uma realidade. O canal informativo da TV Cabo, que iniciou as suas emissões regulares no passado dia 15, desde logo assumiu a importância das receitas publicitárias para o seu desempenho. Um dado que se confirmou nos primeiros dias de emissão, em que a maioria dos espaços informativos foi acompanhada por patrocínios e onde foi bem visível a compra de espaço por parte dos grandes anunciantes. Numa primeira análise sobre a tabela publicitária do CNL podemos verificar que este canal exerce preços um pouco acima dos praticados por outros canais da TV Cabo, nomeadamente o História e o Hollywood, que nos seus packages mensais de dois spots/dia estabeleceram preços de 500 contos e 1.175 contos, respectivamente. Para um pacote idêntico, o novo canal pratica o preço de 1.500 contos. Uma realidade que está dependente das audiências obtidas por cada um dos canais, visto serem de natureza diferente. Em relação ao horário nobre do CNL, compreendido entre as 19 e as 23 horas, um spot de aproximadamente 30 segundos poderá atingir um preço máximo de 88 mil escudos, sem taxas incluídas. Porém, o canal aposta numa política de patrocínios, onde se destacam os espaços reservados á informação meteorológica e de trânsito e ao sinal horário. Nestas categorias, o valor mínimo de um patrocínio, com um spot de 30 segundos, poderá atingir 1.500 contos, enquanto o valor máximo está reservado para a meteorologia, onde o preço poderá ultrapassar 2.100 contos. Um dado que merece destaque é que, apesar de o canal já estar disponível aos assinantes da TV Cabo desde o dia 15, algumas centrais ainda não tinham conhecimento dos preços de publicidade praticados pelo CNL. Os primeiros anunciantes – Água 7 Fontes – Iglo – Danone – Colgate – Nescafé – TMN – Páginas Amarelas – Mitsubishi – Pulsar – Philips – Seiko – Chocolates Nestlé

Deixe aqui o seu comentário