Guerra no streaming: Disney+ e Apple TV+ arrancam em Novembro

Por a 21 de Agosto de 2019

pjimage (28)Netflix e HBO terão nova concorrência a partir de Novembro. A Disney divulgou que a data de arranque da sua plataforma de streaming será 12 de Novembro. O Disney+, que junta filmes e produções clássicas aos catálogos da Pixar, Marvel ou Star Wars, ficará disponível, numa primeira fase, nos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Canadá e Holanda. No prazo de dois anos o Disney+ chegará a todos os principais mercados do mundo. Como a Disney comprou a 21st Century Fox, passou a deter também os direitos de outros produtos audiovisuais populares, como X-Men ou The Simpsons.

Na Holanda, o preço de subscrição do Disney+ será de 6,99 euros/mês ou de 69,99 euros/ano – valores abaixo dos concorrentes Netflix e HBO. Nos Estados Unidos os preços são ainda mais competitivos: 6,99 dólares por mês ou 69,99 ao ano (6,30 ou 63 euros, respectivamente).

Entretanto a agência Bloomberg avançou que o serviço de streaming da Apple irá arrancar também em Novembro, com um preço de 9,99 dólares/mês (9 euros). A expectativa é que a Apple TV+ seja lançada em mais de 100 países, ficando disponível na aplicação Apple TV para vários os sistemas operativos e para smart TVs. Numa fase inicial a plataforma terá um catálogo de dimensão reduzida, mas que irá crescer ao longo dos próximos meses. De acordo com a imprensa, a empresa de Tim Cook já investiu seis mil milhões de dólares em produção original, tendo acordos com nomes como Steven Spielberg, Oprah Winfrey ou JJ Abrams.

Segundo a Bloomberg, a Apple prevê disponibilizar gratuitamente os primeiros três episódios de alguns programas, lançando depois um episódio por semana. A Apple pretende, segundo analistas, tem 100 milhões de subscritores deste serviço de televisão, no prazo de cinco anos.

Deixe aqui o seu comentário