Alexandre Fonseca acusa Anacom pelo atraso no 5G

Por a 7 de Agosto de 2019
Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal

Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal

O CEO da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, considerou esta terça-feira, que Portugal está atrasado no lançamento do 5G e a “perder claramente o comboio” da quinta geração móvel.
“Estamos certamente seis meses atrasados” no lançamento do 5G, afirmou o gestor, citado pela Lusa. “Espanha já lançou, Itália, Alemanha, Inglaterra, Áustria já fizeram leilões e atribuíram licenças” e em Portugal não se sabe nada sobre o assunto, destacou. “Nunca vi Portugal ter ficado para trás numa vaga tecnológica”, afirmou Alexandre Fonseca, apontando responsabilidades à Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom). “Estamos completamente na cauda da Europa, ninguém sabe hoje qual é o calendário, qual o mecanismo para atribuição do espectro, quais são as frequências, como vamos fazer em relação a Lisboa, qual vai ser a obrigatoriedade de cobertura geográfica”, disse, de acordo com a Lusa. Questionado sobre quem tem responsabilidade nesta matéria, foi peremptório: “Obviamente ao presidente da Anacom”. “Neste momento, o regulador tem feito silêncio absoluto” sobre a matéria, “nunca falou connosco em detalhe” e “nem diz ao mercado, pelo menos”, apontou.

Deixe aqui o seu comentário