P&G prefere agência in-house para marca de desodorizante e apresenta vantagens face às agências criativas

Por a 19 de Junho de 2019

secretDepois de trabalhar com as agências Wieden + Kennedy e Berlin Cameron (WPP), a Procter & Gamble decidiu que a criatividade e meios da marca de desodorizantes Secret passaria a ser trabalhada in-house. A Secret é a única marca de desodorizantes para mulheres da P&G, tendo forte presença na América do Norte.

Segundo conta a AdAge, numa reunião com investidores do Deutsche Bank em Paris, o vice-chairman e chief financial officer de P&G, Jon Moeller, contou que esta mudança traduziu-se em várias poupanças. “A equipa da marca converteu-se na sua própria agência e produz quase toda a criatividade publicitária e planeamento de meios”, disse. “Os novos anúncios estão a ser criados por um décimo dos custos das execuções tradicionais”.

Jon Moeller assegurou que, “desde a ideia à sua execução, tivemos uma redução substancial, a produção do conteúdo é agora feita em menos de um mês”, contrapondo com as agências em que esse mesmo processo demorava entre três a cinco meses. Ao ter o planeamento de meios in-house, a Secret passou a ter um “controlo absoluto e flexibilidade para reagir em tempo real aos acontecimentos”, defendeu o mesmo responsável. Jon Moeller aproveitou esse encontro para mostrar dois anúncios da Secret, um lançado em Janeiro e outro no Dia da Mãe. Em comum tinham o facto de terem sido criados pela P&G e serem protagonizados por empregados e respectivas famílias da empresa.

Deixe aqui o seu comentário