3 pontos que salvam vidas

Por a 8 de Maio de 2019

aira de melloHá 60 anos que entrou nas nossas vidas e continua a ser o meio mais eficaz de salvar vidas e reduzir ferimentos em caso de acidente. Consegue adivinhar o que é? O cinto de segurança de 3 pontos. Foi introduzido em 1959, pela Volvo, e desde então estima-se ter salvo cerca de um milhão de vidas, evitando lesões graves em muitas mais.
Numa altura em que se assinala o Dia Europeu da Segurança Rodoviária, a 9 de Maio, nunca é demais recordar estes números, sobretudo quando as estatísticas da sinistralidade rodoviária continuam a ser preocupantes. Todos os anos perdem a vida nas estradas europeias 25 mil pessoas. Em Portugal, só entre 1 de Janeiro a 15 de Abril, registaram-se já 129 mortes nas estradas e 527 feridos graves.
Estará na tecnologia a resposta para pôr término aos acidentes de viação? A partir de 2022 será obrigatória a utilização de novas tecnologias de segurança que protejam os ocupantes, os peões e os ciclistas, nomeadamente mecanismos de controlo de distracção e sonolência. Quando se sabe que 90% das fatalidades nas estradas se devem a erro humano, esta é sem dúvida uma boa notícia anunciada pela Comissão Europeia e que está completamente em linha com os nossos objectivos: que ninguém perca a vida ou fique gravemente ferido a bordo de um novo Volvo a partir de 2020. Aliás a Volvo tinha já anunciado, antes da iniciativa da UE, que a partir de 2020 os seus automóveis terão já algumas dessas tecnologias de segurança em funcionamento.
Os novos dispositivos agora anunciados podem ser tão importantes para a história da segurança rodoviária como o cinto tem sido, nos últimos 60 anos. Na Volvo continuaremos a trabalhar, aperfeiçoando cada modelo Volvo e preparando o terreno para a mobilidade conectada, inteligente e automatizada do futuro.
Desde 1927 temos percorrido um longo caminho, mas sempre sem perder o foco ou alterar uma virgula nos valores da nossa marca: As pessoas e a sua segurança inspiraram dezenas de inovações que têm contribuído para salvar vidas e evitar ferimentos, há várias gerações. Talvez por isso “Volvo” seja sinónimo de segurança automóvel para a maioria das pessoas, é o nosso legado e temos imenso orgulho que assim seja.

Artigo de opinião de Aira de Mello, marketing & PR director da Volvo Car Portugal

A partir de 2022 será obrigatória a utilização de novas tecnologias de segurança que protejam os ocupantes, os peões e os ciclistas, nomeadamente mecanismos de controlo de distracção e sonolência

Deixe aqui o seu comentário