NetAudience: Quem liderou no digital em Março?

Por a 17 de Abril de 2019

Clipboard01O Correio da Manhã manteve-se na liderança em alcance digital durante o mês de Março, totalizando um reach de 2,5 milhões de indivíduos, uma subida face aos 2,4 milhões de indivíduos alcançados no mês anterior. JN e TVI completam um top 3 em que não houve mexidas relativamente ao mês de Fevereiro, altura em que a estação de Queluz havia subido ao terceiro lugar ultrapassando o Público. Segundo os dados do ranking netAudience da Marktest, cuja metodologia junta num indicador único os dados no Bareme Internet e do NetScope e dá conta do alcance multiplataforma dos títulos com base em utilizadores únicos não duplicados, o título detido pela Cofina lidera agora no alcance com acessos via smartphone (2,3 milhões de indivíduos) e através de tablets (397 mil indivíduos). Nos acessos via PC a liderança pertence ao Público (841,7 mil indivíduos alcançados), título que no ranking de reach multiplataforma continua a ocupar a quarta posição com 2,2 milhões de reach.

A segunda posição continua também a pertencer ao Jornal de Notícias, título do Global Media Group que registou em Março um alcance de quase 2,4 milhões de indivíduos, ligeiramente acima dos 2,3 milhões alcançados nos primeiros dois meses de 2019. Uma subida regista igualmente a TVI, que sobe dos 2,2 milhões de indivíduos alcançados nos meses de Janeiro e Fevereiro para os 2,3 milhões em Março.

A estação de Queluz mantém-se assim como líder no digital entre os canais de televisão já que a SIC surge apenas na nona posição com um alcance próximo de 1,6 milhões de indivíduos (no mês anterior ocupava o 11º lugar com 1,2 milhões). Já a RTP fica próxima dos 1,1 milhões de indivíduos alcançados em Março, mantendo a 17ª posição. Na rádios, a TSF lidera com um alcance de 979 mil indivíduos (estava nos 787 mil em Fevereiro), seguida pela Renascença (457 mil). A Comercial ocupa agora a terceira posição entre as rádios com perto de 393 mil indivíduos alcançados, ultrapassando a RFM (303 mil).

Entre os jornais generalistas, ao Correio da Manhã, Jornal de Notícias e Público segue-se agora o Expresso, que recuperou a posição que havia perdido para o Diário de Notícias em Fevereiro. O semanário da Impresa ocupa agora a quinta posição com perto de 1,8 milhões de indivíduos alcançados (estava nos 1,5 milhões em Fevereiro). Já o título do Global Media Group, apesar de descer para a sexta posição, sobe de 1,6 milhões para 1,7 milhões de indivíduos alcançados. O Record (1,6 milhões) lidera no segmento desportivo. Já o Jornal de Negócios (1,10 milhões) perde a liderança entre os títulos do segmento económico para o Dinheiro Vivo (1,11 milhões).

Analisando os grupos no seu conjunto, a liderança pertenceu em Março ao Global Media Group, cujo alcance esteve próximo dos 3,6 milhões de indivíduos, contra os 3,4 milhões de reach multiplataforma alcançados pelos títulos do grupo Cofina Media. Seguem-se a Media Capital (3,3 milhões), a Impresa (2,8 milhões) e o Público (2,2 milhões).

Deixe aqui o seu comentário