Meo entra em campo na Primeira Liga contra a violência doméstica

Por a 15 de Março de 2019

VITORIA SCOs jogadores do FC Porto, Vitória Sport Clube, Clube Desportivo das Aves e Rio Ave FC entram em campo este fim-de-semana com nomes de mulher nas camisolas. A iniciativa, em resposta ao desafio lançado pela Altice e pelo Meo a favor do movimento #NãoFiqueÀEspera, pretende sensibilizar contra o flagelo da violência doméstica. A par do nome de uma mulher no lugar do nome dos jogadores, as camisolas de jogo das equipas patrocinadas pelo Meo na 26ª jornada da Primeira Liga contarão com o logótipo do Meo alterado para a versão da campanha, excepção feita ao FC Porto cuja camisola exibe habitualmente o logótipo da própria Altice. Estas camisolas, que serão autografadas pelos jogadores, serão depois leiloadas e o valor obtido será doado à Associação Portuguesa de Apoio à Vitima (APAV).

A par desta iniciativa, serão distribuídas pulseiras #NãoFiqueÀEspera aos adeptos no Estádio do Dragão, no Estádio D. Afonso Henriques e no Estádio CD Vila das Aves, sendo que no Porto e em Guimarães será exibido, nos ecrãs dos estádios, o filme da campanha com testemunhos reais de casos de violência doméstica.

Para se associar aos esforços para incentivar as mulheres a denunciar situações de violência doméstica, até ao final do mês será disponibilizada através da Linha de Apoio ao cliente Meo uma nova opção redireccionando a chamada directamente para a Linha de Apoio à Vítima da APAV.

Deixe aqui o seu comentário