Estudo de audiências de outdoor arranca no final do semestre

Por a 28 de Março de 2019

IMG_20190328_175023A PSE, empresa de data science e investigação avançada, em parceria com a Marktest, vai avançar com um estudo de medição de audiências de outdoor ainda este semestre. O contrato com cinco dos principais operadores de publicidade exterior em Portugal já está fechado, avança ao M&P a PSE. “É uma solução inovadora, com base em smartphones, que se pretende válida para os próximos 10 a 15 anos”, explica.

“Fruto do trabalho desenvolvido desde 2017 e impulsionado pela consulta ao mercado feita pela CAEM (Comissão de Análise de Estudos de Meios) em Maio de 2018, aceitou a PSE o desafio de desenvolver uma solução inovadora para aferir a audiência da publicidade exterior”, explica. “A solução baseia-se num painel de pessoas, uma amostra representativa universo, que aceita instalar uma APP da PSE, no seu telemóvel. Deste modo é possível estudar a mobilidade da população portuguesa, constantemente. E a partir dai calcula-se a audiência usando métricas já usadas e comprovadas em mais de 20 países onde se estuda a audiência do outdoor”, concretiza a PSE. O estudo de mercado, que é a base do painel, já foi concluído, prossegue, e a PSE está agora na parte final de construção do painel de indivíduos. Os primeiros resultados devem ser conhecidos pelo mercado no final deste semestre, previsivelmente.

Entretanto, a empresa, que no ano passado chegou a trabalhar com a GFK no lançamento do estudo, e a Marktest fizeram uma parceria que a distribuição da informação dos dados de audiência nos programas de planeamento de meios da Marktest, disponível na grande maioria das agências.

A PSE foi também convidada pelo Joint Industry Comity, da Irlanda, para apresentar uma proposta, visando realizar nessa geografia este estudo, para ser a media currency da audiência da publicidade exterior na ilha da Irlanda.

Em 2018 o investimento em OOH, via agência de meios, rondou os 66 milhões de euros. O meio cresceu 7,5% em relação a 2017.

Consulte aqui a apresentação do estudo. 

Deixe aqui o seu comentário