Sindicato de Jornalista apresenta queixa contra TVI e quer esclarecer uso da designação “repórter”

Por a 4 de Janeiro de 2019
Bruno Caetano e Mário Machado

Bruno Caetano e Mário Machado

O Sindicato dos Jornalistas vai apresentar uma queixa contra a TVI junto da ERC e da Assembleia da República pela presença de Mário Machado, líder do movimento de extrema-direita Nova Ordem Social, nos programas Você na TV e SOS 24, da TVI e da TVI24.
Num comunicado intitulado “Em nosso nome não!”, o Sindicato dos Jornalistas considera “inqualificável o tempo e o espaço concedido pelo canal de televisão TVI a Mário Machado, conhecido líder da extrema-direita, várias vezes condenado e preso por diversos crimes”. “Os programas Você na TV! e SOS 24, nos canais TVI e TVI24, respectivamente, deram voz a um racista explícito e um salazarista assumido, que defende o regresso de Portugal à ditadura e a quem foi dada a oportunidade de se dedicar ao branqueamento histórico, em sinal aberto e para um grande público, com pouco ou nenhum contraditório”, destaca o Sindicato.
O Sindicato quer que a TVI deixe de usar indevidamente o termo “repórter”. Mário Machado foi convidado para ir ao Você na TV, no âmbito da rubrica Diga-me de sua (In) Justiça, da responsabilidade de Bruno Caetano, que a TVI identifica como repórter. Neste âmbito o Sindicato pediu a intervenção da Comissão da Carteira Profissional de Jornalista.
A presença de Mário Machado no Você na TV tinha já levado a associação SOS Racismo a apresentar queixa à ERC.

Deixe aqui o seu comentário