Segunda fase do Nónio arranca hoje

Por a 24 de Janeiro de 2019
nonioLogosDesktop

A partir de hoje, quem quiser aceder a mais de três notícias por dia nos sites dos principais grupos de media do país vai ser progressivamente confrontado com a obrigatoriedade de fazer um registo. Arranca assim a segunda fase do Nónio, projecto que junta cerca de 70 sites portugueses de seis dos principais grupos de media e que tem como objectivo inicial a segmentação de audiências, de forma a direcionar a publicidade. “O registo é gratuito e não estamos a pedir nada de especial. A informação é pedida pelo Google ou Facebook”, lembra Marcelo Leite, director de Inovação e Novos Negócios do Global Media Group. Falando também em nome da Cofina, do Grupo Renascença Multimédia, da Impresa, da Media Capital e do Público, o responsável adianta que neste momento já têm uma base de dados com cerca de 800 mil registos, sendo expectável chegar aos 2 milhões no espaço de seis meses. “A partir de agora vamos conseguir oferecer aos anunciantes o que oferecem os players internacionais. No fim do dia, é da sobrevivência dos grupos de media nacionais aquilo de que estamos a falar”, defende. O Nónio, recorde-se desenvolvido pela Plataforma de Media Privados e é financeiramente apoiado, com uma comparticipação de 900 mil euros, pelo fundo de inovação da Google – Digital News Initiative (DNI).

Recorde aqui parte da conversa com os responsáveis dos seis grupos de media e que antecedeu a fase de lançamento do Nónio.

Deixe aqui o seu comentário