ILGA distingue RTP e campanha da Carmen para a APAV pela luta contra a discriminação (com vídeos)

Por a 28 de Dezembro de 2018

carmenA associação ILGA Portugal já revelou os vencedores dos Prémios Arco-Íris, que serão entregues a 12 de Janeiro, no Mercado da Ribeira, numa cerimónia conduzida por Rita Ferro Rodrigues e Rui Maria Pêgo.
Na lista de vencedores desta iniciativa que distingue quem lutou contra a discriminação em função da orientação sexual ou identidade de género estão a RTP, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) e a jornalista Carolina Reis (Expresso).
“A RTP tem dado provas de que é possível resistir e dar espaço e visibilidade à diversidade, contribuindo para quebrar silêncios e desconstruir preconceitos. Da informação ao entretenimento, e através do apoio e promoção de conteúdos de rádio e televisão nos quais as pessoas LGBTI são finalmente figuras de destaque, a RTP tem contribuído para criar importantes referências e identificações que ajudam a reverter o isolamento de milhões de cidadãs e cidadãos”, justifica a associação. Já a APAV entra na lista graças ao movimento #respectbattles, onde participaram figuras do hip-hop , entidades públicas e ONG, que “através da música de intervenção para a urgência do combate aos discursos e crimes de ódio nas suas mais variadas vertentes”. A campanha foi desenvolvida pela agência Carmen.
O atleta Célio Dias, a deputada do Bloco de Esquerda Sandra Cunha, o vice-presidente do CDS Adolfo Mesquita Nunes, Gabriela Sobral (ex-SIC) e a actriz e cantora Inês Herédia figuram também na lista de vencedores por terem assumido publicamente, em 2018, a sua orientação sexual.

Deixe aqui o seu comentário