Vitória da Multilem no concurso de 3,2 milhões do Turismo de Portugal questionada pela Expomundo

Por a 7 de Novembro de 2018

multilemO Turismo de Portugal prefere não comentar o impacto da providência cautelar que veio suspender a presença do instituto público em feiras internacionais. “É uma questão judicial. Para já não nos podemos pronunciar”, disse ao M&P Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal.
A World Travel Market (WTM), que está a decorrer em Londres e que é uma das mais importantes do sector, não conta com o habitual stand do Turismo de Portugal. Esta é a consequência de uma providência cautelar apresentada contra o resultado do concurso para a concepção e construção do stand do instituto público. “Está agora a decorrer uma feira em Londres, importantíssima para nós, na qual estão presentes todas as empresas e as sete regiões de turismo. Continuamos a promover [o país] através das regiões e das empresas, são elas que, no fundo, vendem o destino Portugal. Não podemos é levar o nosso stand”, aponta Luís Araújo. Até à apreciação e respectiva decisão judicial, o Turismo de Portugal fica impedido de ter qualquer participação neste tipo de eventos internacionais.
Ao M&P, Luís Araújo preferiu não comentar qual a empresa que tinha avançado para tribunal, mas segundo avançou recentemente o Jornal da Madeira, trata-se da Expomundo. A Expomundo concorrera ao concurso público para a construção, manutenção e transporte do stand para feiras do Turismo de Portugal. Em Julho, o concurso apontou a Multilem como vencedora envolvendo um contrato de 3,2 milhões de euros válido até 2020. A Engirisco também apresentou uma proposta para este concurso.
Logo em Setembro a providência cautelar implicou que o pavilhão do Turismo de Portugal ficasse vazio em plena feira Paris Expo 2018. Agora na feira de Londres a organização e gestão da representação nacional ficou a cargo da Associação de Turismo do Algarve, por ser a região com mais empresas presentes.
No anterior grande concurso público para stands do Turismo de Portugal, concretizado em 2014 com o valor de 4,2 milhões de euros, foi também declarada a vencedora a Multilem. Nessa altura concorreram a Crebuso, a Irmarfer, a Novintegral, a Young & Rubicam, a FCB, a Evidência, além da Multilem. O portal Base dá ainda conta que em Junho de 2017 o Turismo de Portugal fez um contrato por ajuste directo à Multilem, no valor de 515.897 euros, para a presença do stand do Turismo de Portugal em seis feiras internacionais.

Deixe aqui o seu comentário