Capa do ano para os Prémios ÑH pertence ao Público

Por a 20 de Novembro de 2018

PublicoApós ter sido conhecida a distinção como diário generalista nacional mais bem desenhado de Portugal, Espanha e América Latina, é agora atribuído ao Público o reconhecimento pela melhor capa do ano na categoria principal dos Prémios ÑH. A iniciativa da Society for News Design, que destaca o melhor do design jornalístico nos mercados latinos, considerou que a primeira página com o título “Eis que se fazem novas todas as coisas”, publicada pelo diário da Sonaecom para assinalar a passagem de um ano sobre a tragédia de Pedrogão Grande, foi a capa mais bem desenhada do último ano numa categoria em que, além do ouro conquistado pelo Público, foram atribuídos mais quatro ouros. O jornal português acabou por levar a melhor sobre capas igualmente distinguidas com ouro dos jornais O Estado de São Paulo (Brasil), El Gráfico (El Salvador), Extra (Brasil) e Correio (Brasil).

nh2018oro994-1024x840Ouro conquistou também a Notícias Magazine, publicada pelo Jornal de Notícias, graças à reportagem fotográfica sobre o cancro da mama, intitulada “Na saúde e na doença”. A mesma publicação recebeu ainda uma prata pela sua reformulação gráfica. A imprensa portuguesa esteve ainda em destaque com mais quatro pratas e quatro bronzes: o semanário Expresso arrecadou três pratas e dois bronzes, enquanto o Região de Leiria recebeu a outra prata e O Jogo o outro bronze. Os vencedores foram escolhidos a partir de 2.318 candidaturas submetidas por 113 meios de comunicação social de 12 países. Entre os vários jurados, a edição deste ano contou com dois profissionais portugueses: Marco Grieco, do semanário Expresso, e Pedro Fernandes, do Diário de Notícias.

Recorde-se que Público e O Jogo foram considerados os diários generalista e desportivo mais bem desenhados pelos prémios ÑH2018 – O Melhor do Design Jornalístico de Espanha, Portugal e América Latina, iniciativa da Society for News Design, cujo painel de jurados reuniu em Buenos Aires, Argentina.

Deixe aqui o seu comentário