Netflix supera pela primeira vez a HBO em nomeações nos Emmy

Por a 13 de Julho de 2018

pjimageÉ o fim de uma era de hegemonia da cadeia de televisão norte-americana HBO nos Emmy. Após 17 como a estação com mais nomeações, acabou este ano superada pela primeira vez pelo Netflix apesar de continuarem a ser suas as duas séries mais nomeadas. Guerra dos Tronos e Westworld, ambas com o selo de qualidade da HBO, lideraram as nomeações com 22 para primeira e 21 para a segunda (empatada com o Saturday Night Live, da NBC). No entanto, a estratégia de sempre da estação, que tem dado prioridade à qualidade sobre a quantidade, mesmo assim conseguindo 102 nomeações, não foi capaz de contrariar o volume de produção que tem sido impresso pela plataforma de streaming Netflix. Após um ano em que terá investido cerca de 8 mil milhões de dólares em conteúdo original, o serviço de streaming totalizou 112 nomeações com mais de 40 séries nomeadas, graças a produções como The Crown, Stranger Things, Black Mirror, Glow, Queer Eye, Seven Seconds ou Wild Wild Country.

Ilustrativo da antítese de estratégias, a HBO foi batida no total de nomeações mesmo sendo suas as duas séries mais nomeadas enquanto o Netflix liderou em volume total de nomeações apesar de ter apenas uma série no top 10 das mais nomeadas: The Crowm, com 13 nomeações. “Estamos particularmente entusiasmados por ver uma larga fatia da nossa programação celebrada com nomeações espalhas por 40 títulos, entre novos e regressos, que mostram a variedade da nossa oferta – comédias, dramas, filmes, séries limitadas, documentários, animação e reality”, enalteceu Ted Sarandos, chief content officer do Netflix.

Também a HBO reagiu com um comunicado onde sublinha estar “muito agradada com as 108 nomeações, especialmente pela abrangência por tantas categorias”, revelando uma maior preocupação com essa abrangência na oferta. Recorde-se que, no início da semana, foi noticiado pelo The New Tork Times que John Stankey, CEO da WarnerMedia, recentemente adquirida pela AT&T, terá comunicado aos 150 funcionários da HBO que irão enfrentar um “ano de cão”. “Vai ser um ano duro”, anunciou, antecipando que “vai ser preciso muito trabalho para mudar a direcção”. Em causa estará a necessidade de fazer um pouco a viragem para focar a HBO num aumento da produção. “Quero mais horas de engagement”, terá pedido Stankey, explicando que isso é importante “porque conseguimos recolher mais data e informação sobre o consumidor que depois nos permite fazer coisas como monetizar entre modelos de publicidade e subscrições, o que penso ser muito importante no mundo de amanhã”.

O crescente peso das plataformas de streaming na indústria é visível também quando analisadas as nomeações obtidas pelo conjunto das estações de televisão tradicional em oposição a estas plataformas. Netflix, Amazon e Hulu somaram, em conjunto, 161 nomeações com destaque para séries como The Handmaid’s Tale (Hulu – 27 nomeações) ou The Marvelous Mrs. Maisel’s (Amazon – 22 nomeações). Já as estações HBO, NBC, ABC e CBS totalizaram 159 nomeações.

Deixe aqui o seu comentário