Maioria dos clientes defende fee fixo com success fee para remunerar agências de comunicação

Por a 10 de Julho de 2018

????????????????????????????????????????????????????????
Segundo os resultados do mais recente Barómetro APECOM -Associação Portuguesas das Empresas de Conselho em Comunicação e Relações Públicas, os clientes preferem remunerar as agências de comunicação através de um fee fixo aliado ao success fee (50,9%). Depois surge a opção fee fixo (32,1%). Mais residual é a remuneração por projecto (11,3%) e por success fee (5,7%).
O Barómetro foi desenvolvido com a colaboração da APCE – Associação Portuguesa de Comunicação de Empresa e tem por base um questionário de 77 perguntas, que foi respondido por 59 responsáveis de médias e grandes empresas nacionais. Já sobre o modelo mais justo de remuneração em caso de sucess fee, a maioria dos inquiridos prefere avaliar pela evolução da reputação e imagem (36,7%), análise qualitativa e quantitativa de mensagens (26,5%) e ROI (18,4%).
Relativamente ao modelo de contratação, os concursos lideram as preferências (60,4%), enquanto os restantes clientes optam pela escolha directa. Quem lança concursos, convida, em média, três agências a apresentarem propostas (71,4%). Sobre a possibilidade de um fee de rejeição para propostas excluídas, a maioria dos clientes (71,7%) continua a defender que não faz sentido.

Deixe aqui o seu comentário