Visão Saúde e Prima são as novas apostas da Trust in News - Meios & Publicidade - Meios & Publicidade

Visão Saúde e Prima são as novas apostas da Trust in News

Por a 16 de Maio de 2018

Capa saude+primaChama-se Visão Saúde, chega no sábado às bancas e é o primeiro projecto criado pela Trust in News, editora que desde o início do ano detém o portfolio de revistas até então da Impresa. E porquê esta extensão de marca da Visão? Mafalda Anjos, directora do título e publisher da editora, explica que “era muito notório que os temas ligados à saúde vendiam muito bem na Visão  e são dos mais procurados no site. Faz falta informação sobre saúde de qualidade. Informação rigorosa e cientifica”, acredita. Com a coordenação editorial a cargo de Catarina Guerreiro, a Visão Saúde tem um comité cientifico onde estão representadas, através dos seus presidentes, as ordens ligadas à saúde e as várias especialidades. Mafalda Anjos pretende disponibilizar uma revista que trate os temas “de forma séria e aprofundada, que explique tudo sobre aquele assunto”. A título de exemplo, o tema de capa, que no primeiro número é o cancro, será tratado em 40 páginas.
tema de capa (1)Trimetral e com uma preço de capa de 4,90 euros, a tiragem inicial é de 25 mil exemplares. Sem avançar expectativas em termos de circulação paga, a publisher da Trust in News mostra-se optimista. Na quinta-feira, duas horas depois de estar nas bancas a Visão, onde era mencionado o novo título, já tinham três assinaturas. Um número simbólico, mas que parece mostrar a apetência dos leitores e a confiança na marca, diz. Com um historial forte de assinaturas na newsmagize, Mafalda Anjos acredita que também aqui os assinantes terão um peso considerável.

Revista para millennials no Verão
E se este sábado chega às bancas a extensão de uma marca já existente, no Verão a aposta será numa nova marca, para millennials. Ou seja, para aquela geração que, diz-se, foge do papel.  Chama-se Prima, “De primadonna, de obra-prima, de mátéria-prima”, explica Mafalda Anjos, também directora desta nova marca, cuja coordenação editorial é de Mariana Correia de Barros, ex-directora adjunta da Time Out. Também trimestral e com um preço de capa de 5,90 euros, o layout é da Silva!Designers e o formato semelhante à Monocle. E porquê apostar neste segmento? “Sentiamos que fazia falta um poduto deste tipo no nosso prtfolio. As nossas marcas estão todas bem implementadas, mas já têm todas alguns anos. Queriamos fazer algo novo. A Prima tem muito potenciPrima5al comercial, o mercado precisa de algo deste tipo”, diz, refutando a ideia de que os millennials não lêem.  “Não compram revistas semanais e têm outro género de consumo, mas lêem”. “Uma revista fora da caixa, um objecto de desejo, uma revista inspiradora,uma nova revista para reforçar o gosto por revistas”  é então a promessa da primeira marca criada de raíz pela editora de Luis Delgado.

Um comentário

  1. vulkon

    17 de Maio de 2018 at 5:02

    COm tanta informação online grátis sobre saúde e sobre tudo o resto não penso vir a comprar jornais ou revistas. Hoje em dia o acesso à informação é instantâneo na internet. Basta eu ligar o meu telemóvel de manhã e há notícias sobre tudo de todo o lado possível. Desde o Japão à Europa e a tudo o resto.

Deixe aqui o seu comentário