Diário de Notícias passa a semanário em Junho

Por a 22 de Maio de 2018

DNDomingo, 17 de Junho, é a data apontada internamente para chegar às bancas o novo Diário de Notícias, que a partir desse dia terá edição em papel apenas uma vez por semana. Confirmam-se assim as notícias, que circulam desde Janeiro, sobre a passagem do DN a semanário.

A ideia, sabe o M&P, é reforçar a aposta no digital, provavelmente com um jornal diário online, saindo a edição em papel apenas ao domingo. O Diário de Notícias, que mantém o nome, passará então a assumir-se como um projecto de informação diária, com edição em papel uma vez por semana.

A edição em papel, que deverá passar a formato berliner ou mesmo broadsheet, será acompanhada pelo suplemento Dinheiro Vivo, que transita de sábado para domingo, e pela Evasões.

Serão também lançadas quatro novas revistas que, rotativamente, vão acompanhar o jornal e, posteriormente, serão colocadas em banca, tal como já acontece com a Evasões. Uma será dedicada a temas de saúde/bem-estar (Life), uma ao luxo (Ócio), haverá uma de tecnologia e ainda uma de viagens/lazer (Evasões 360).

A Notícias Magazine, por seu turno, passará a acompanhar apenas o Jornal de Notícias e a ser feita a partir do Porto.

Entretanto a equipa está a ser reforçada, tendo já sido contratado o jornalista Paulo Pena (que saiu do Público), Ricardo Rodrigues (que passou da Notícias Magazine para o DN), Rita Ferreira (vinda do Observador) ou Filipe Garcia (que transitou da área de revistas). Estes três últimos serão editores executivos.

Toda esta informação ainda não é confirmada pela administração do grupo, que optou por não fazer comentários.

Um comentário

  1. vulkon

    24 de Maio de 2018 at 6:37

    Contratar mais jornalistas? Em vez de diminuirem vão aumentar? Hão-de ter muito lucro …. Olhem à vossa volta e vejam o que os outros media em Portugal e no estrangeiro estão a fazer. Estão a diminuir as redacções… Eu já não leio o DN há anos… Porque será? Porque há outros locais mais rápidos, mais simples e mais actuais onde ficar a par da actualidade… MAs se querem gastar dinheiro… como não sou acionista … vou ficar a ver o desenrolar da situação.

Deixe aqui o seu comentário