Após queixas, Direcção-Geral de Saúde suspende campanha

Por a 14 de Maio de 2018

dgsUm cartaz divulgado pela Direcção-Geral de Saúde (DGS), a propósito do Dia Mundial da Audição, que se assinalou a 3 de Março, foi apagado pelo organismo público das suas plataformas digitais, após queixas da Federação Portuguesa das Associações de Surdos e do Bloco de Esquerda.
O cartaz mostrava uma pessoa a encostar a mão à orelha, exageradamente grande. O Ministério da Saúde garante agora que, por parte da Direcção-Geral de Saúde, não “existiu qualquer intenção de ser injurioso ou mesmo jocoso para com qualquer cidadão, muito menos, em particular, aqueles que sofrem problemas de audição”.
O Bloco de Esquerda, como destacou a revista Sábado, tinha apresentado quatro perguntas ao Ministério da Saúde sobre a imagem difundida, considerando que a “imagem é não só infeliz como insultuosa para com as pessoas surdas”.

Deixe aqui o seu comentário