“É o ano com mais lançamentos no mercado português dos últimos 10 anos”

Por a 22 de Maio de 2018

IMG_9198_lowA Coca-Cola alargou o portfólio de bebidas no mercado nacional. A Aquarius passa a estar disponível nas versões Aquarius Vive (lima-limão & tropical) e Aquarius Zero. Além disso, entram no mercado português as marcas Honest Tea, gama de chás biológicos prontos a beber, e a Appletiser, marca de sumo de maçã gaseificado. Como destaca Tiago Santos Lima, director de relações externas da Coca-Cola Portugal, “é o ano com mais lançamentos no mercado português dos últimos 10 anos”.
Desta forma, a Coca-Cola passa a estar presente em Portugal com dez marcas, sendo que a tónica é continuar a inovar. É esse o cunho que James Quincey, que há um ano assumiu a presidência da The Coca-Cola Company, está a imprimir na multinacional. “Éramos uma empresa burocrática e percebemos que temos de ser ágeis. Para sermos líderes de mercado temos de ser mais ágeis. Temos de aprender com os erros e testar”, contextualiza. Tiago Santos Lima. Esther Morillas, directora de marketing da Coca-Cola Ibéria, prefere não adiantar metas de vendas para os novos produtos. “Não fizemos um research de expectativas de vendas, nem lançamos os produtos depois de muitos estudos ou previsões. Quisemos colocar os produtos à disposição dos consumidor. É uma forma nova de trabalhar. Estamos mais interessados em lançar os produtos no mercado”, justificou.
A Appletiser, que nasceu na África do Sul e começou a ser produzida nas ilhas Canárias há mais de 50 anos, está disponível em garrafa de 750ml e de 275ml. O Honest Tea chega em três sabores: Limão e Flor de Laranjeira, Framboesa e Manjericão e Pêssego e Alecrim. “Para nós Honest é um produto revolucionário. É a entrada nos produtos de origem biológica e com baixas calorias. Tem a vontade de ser uma marca grande. No caso de Portugal, quisemos arrancar pelo chá, já que a categoria de chá tem muita aceitação”. Em Espanha Honest comercializa também café frio. Noutros mercados europeus Honest é sinónimo de sumos e de chocolates. “Em Portugal comecemos pelo chá mas tem a ambição de crescer para outras categorias”, revela Esther Morillas.

Na foto: Tiago Santos Lima e Esther Morillas

Deixe aqui o seu comentário