Em protesto preços de bilhetes para espectáculos estão mais baratos

Por a 13 de Abril de 2018

apepeOs bilhetes para vários espectáculos em Portugal, de música e teatro, serão vendidos na sexta-feira com o IVA a 6 por cento, e não os 13 por cento estabelecidos por lei. Trata-se de uma iniciativa de protesto de artistas e agentes culturais.
“Esta sexta-feira, 13 de Abril, artistas e agentes culturais unem-se numa iniciativa de carácter único, e disponibilizam uma longa lista de espectáculos com o preço final taxado ao consumidor com o IVA reposto a 6 por cento. Esta acção não contará com qualquer apoio do Ministério da Cultura ou da Assembleia da República”, refere a Associação de Promotores, Espectáculos, Festivais e Eventos (APEFE), em comunicado,
Entre os espectáculos de música abrangidos estão festivais de Paredes de Coura, NOS Alive, Primavera Sound e concertos como os dos Dead Combo, na Casa da Música, no Porto, de Mallu Magalhães, nos Coliseus de Lisboa e do Porto, de Lenny Kravitz, na Altice Arena, em Lisboa, ou de Rui Veloso, no Multiusos de Guimarães. A iniciativa abrange também peças de teatro.
Na segunda-feira, a APEFE tinha lançado uma petição pública em defesa da descida do IVA sobre os espectáculos ao vivo. A associação inclui promotores como Everything is New, Música no Coração, Ritmos, UAU, Ritmos & Blues, Better World, Ao Sul do Mundo, Sons em Trânsito, Uguru e Regiconcerto.

Deixe aqui o seu comentário