Martin Sorrell deixa grupo WPP

Por a 16 de Abril de 2018

martin sorrellO grupo WPP confirmou este sábado que Martin Sorrell vai deixar os comandos do gigante da publicidade mundial. À frente da WPP desde a sua criação em 1986, Sorrell estava a ser investigado por alegadamente ter usado indevidamente recursos do grupo e por “má conduta pessoal”.  O até aqui presidente executivo da companhia e considerado a personalidade mais importante da publicidade mundial tinha já rejeitado “completamente a acusação”, embora reconhecesse o “direito da empresa investigar o assunto”. Ainda não são conhecidas as conclusões deste inquérito.
Agora, em comunicado, Martin Sorrell fez saber: “Obviamente que estou triste por sair da WPP ao fim de 33 anos. Tem sido uma paixão, foco e fonte de energia durante tanto tempo. Contudo, penso que é no melhor interesse do negócio que saia agora. Deixo a companhia em boas mãos.”
No seu lugar ficará, interinamente, Roberto Quarta, chairman da WPP, que, até ser encontrado um nome definitivo para substituir Sorrell, irá ficar com funções executivas.
Em Portugal a WPP detém agências como a Y&R, BAR Ogilvy, ExcentricGrey, GroupM ou Hill & Knowlton Strategies.

Deixe aqui o seu comentário