Por onde andou o investimento publicitário no primeiro mês do ano?

Por a 21 de Fevereiro de 2018

eurosHavas Worldwide e Carat lideraram os rankings MediaMonitor em Janeiro, mês que teve a empresa de televendas European Home Shopping como o principal anunciante com um volume de investimento publicitário, a preços de tabela, a rondar os 33,2 milhões de euros. A Unilever-JM, que foi o maior anunciante do mercado português em 2017, surge no segundo lugar com um investimento na ordem dos 25,7 milhões de euros, seguida de outra empresa de televendas: a Viva Melhor Sempre com um investimento de 22,7 milhões de euros. O lote dos cinco maiores anunciantes em Janeiro fica completo com a Johnson & Johnson (21 milhões) e com a GlaxoSmithKline (19,2 milhões).

Com um investimento, a preços de tabela, na ordem dos 43,6 milhões de euros, a Havas Worldwide arranca o ano de 2018 na liderança do ranking de agências de publicidade, dando seguimento ao desempenho registado em 2017, onde encerrou as contas também na frente. A segunda posição neste primeiro mês do ano é ocupada pela Y&R, com 39,6 milhões de euros, seguida pela Leo Burnett (33 milhões), Fuel (32,8 milhões) e J. Walter Thompson (29,2 milhões).

Entre as agências de meios, a Carat surge como aquela que movimentou maior volume de investimento, totalizando, a preços de tabela, aproximadamente 73,2 milhões de euros. Com 63,4 milhões de euros, a Starcom MediaVest (grupo Publicis) ocupou em Janeiro o segundo lugar, seguida de perto pela MediaCom (GroupM) com 61,2 milhões de euros. O quarto lugar é ocupado pela Wavemaker (58,2 milhões), estrutura que resulta da fusão das operações das agências de meios do GroupM MEC e Maxus, enquanto o quinto lugar pertenceu a agência que encerrou o ano de 2017 na liderança, a OMD (55,8 milhões).

A MediaMonitor divulgou também este mês os dados relativos ao fecho oficial das contas de 2017, sem alterações nos top 5 de anunciantes e agências de meios noticiados pelo M&P aquando da divulgação dos dados provisórios do último ano. A única alteração surge no top 5 do ranking de agências de publicidade, no qual a J. Walter Thompson surgia em quinto lugar nos dados provisórios mas, apurados os dados oficiais de fecho do ano, a agência do grupo WPP sobe à quarta posição, trocando com a agência portuguesa Partners, que passa a fechar o top 5.

Deixe aqui o seu comentário