Rio de Janeiro proíbe publicidade sexista

Por a 11 de Janeiro de 2018

laurentinaO Estado do Rio de Janeiro (Brasil) aprovou uma nova lei que proíbe a publicidade de cariz misógino ou sexista. A lei refere que “será punida toda empresa com sede no estado do Rio de Janeiro que contrate veiculação de publicidade que exponha, divulgue ou estimule a violência sexual ou estupro; exponha, divulgue ou estimule violência física contra as mulheres; ou fomente a misoginia e o sexismo”.
A nova legislação abrange outdoors, folhetos, cartazes, rádio, televisão e redes sociais. Na imprensa, a divulgação de uma campanha que viole as regras poderá levar ao pagamento de uma multa até 8,2 mil euros, na televisão chega aos 82 mil euros e nas redes sociais atinge os 164 mil euros.

Deixe aqui o seu comentário