Corrigir os problemas do Facebook é a resolução de Mark Zuckerberg para 2018

Por a 5 de Janeiro de 2018

mark_zuckerbergAprender mandarim, ler 25 livros ou visitar todos os estados dos EUA. Este tem sido o tipo de resoluções de ano novo a que Mark Zuckerberg tem habituado o mundo. Para 2018, o fundador e CEO do Facebook aponta para algo mais relacionado com o seu próprio negócio: corrigir os problemas da rede social num ano que muitas questões se levantaram sobre a mesma. “O mundo sente-se ansioso e dividido e o Facebook tem muito trabalho a fazer, seja a proteger a nossa comunidade dos abusos e do ódio, a defender da interferência de estados-nação, ou a garantir que o tempo passado no Facebook é tempo bem passado”, justifica Mark Zuckerberg num post publicado no Facebook, onde considera que este ano se parece muito com o primeiro ano da rede social e onde determina que “o meu desafio pessoal para 2018 é focar-me em resolver estas importantes questões”. “No primeiro ano, a empresa estava numa recessão profunda e o Facebook ainda não era lucrativo. Precisávamos de garantir que o Facebook tinha um modelo de negócio sustentável. Foi um ano sério e usei gravata todo os dias me lembrar disso” recorda.

“Não vamos prevenir todos os erros ou abusos, mas actualmente cometemos muitos erros a desenvolver as nossas políticas e a impedir o uso abusivo das nossas ferramentas”, reconheceu o fundador do Facebook, mostrando vontade em ouvir diferentes perspectivas e contributos no sentido de tentar resolver estas questões. “Estes problemas tocam em questões de história, sociedade civil, filosofia política, media, governação e, claro, tecnologia”, enumera, afirmando estar “ansioso por reunir grupos de especialistas para que juntos possamos discutir e ajudar a trabalhar sobre estes tópicos”.

Deixe aqui o seu comentário