Henrique Monteiro deixa quadros da Impresa após 28 anos no grupo

Por a 22 de Dezembro de 2017

Henrique MonteiroUma semana após ter sido comunicada a saída de Nicolau Santos, director-adjunto do Expresso, o grupo liderado por Francisco Pedro Balsemão perde agora mais um dos seus nomes históricos com a saída de Henrique Monteiro, confirmou ao M&P fonte oficial da Impresa. O grupo assegura que a saída do actual director-geral adjunto de informação não afectará a colaboração do jornalista com os títulos do grupo, que se manterá quer para o Expresso e Expresso Diário quer para a SIC Notícias. Ao M&P, Henrique Monteiro, que estava no grupo há 28 anos, explica também que deixará os quadros e as suas funções executivas na Impresa mas continuará a escrever para o Expresso. Henrique Monteiro era actualmente redactor principal do semanário e assina com regularidade artigos de opinião, além de assumir o pseudónimo Comendador Marques de Correia na rubrica Cartas do Comendador, publicada semanalmente na revista E, colaborações que irá manter.

O jornalista integrou a redacção do Expresso em 1989, tendo passado pela direcção entre 1995 e 2011, nos últimos cinco anos como director do semanário. O nome de Henrique Monteiro junta-se ao de Nicolau Santos, cuja saída foi também conhecida na última semana. O actual director-adjunto do Expresso vai deixar o semanário da Impresa no final deste ano após quase duas décadas.

As mudanças no grupo Impresa não ficam por aqui já que, além das saídas de Henrique Monteiro e Nicolau Santos, sabe o M&P, há mexidas na editoria de política da SIC. Pedro Benevides pediu para deixar a edição, mantendo-se como jornalista, e, segundo uma comunicação interna a que o M&P teve acesso, Cristina Figueiredo, actualmente redactora do Expresso, será a nova editora de política da estação de Carnaxide a partir do próximo mês de Janeiro.

Deixe aqui o seu comentário