Chicago é o próximo destino do conceito Time Out Market

Por a 12 de Dezembro de 2017

Time Out Market ChicagoCom as aberturas dos espaços Time Out Market em Miami, prevista para o próximo ano, e em Boston, no início de 2019 o conceito estreado pela publicação em Lisboa terá como próximo destino uma terceira cidade norte-americana com a chegada a Chicago também em 2019. Tal como aconteceu na capital portuguesa com o Mercado da Ribeira, em Chicago será recuperado pela Time Out um edifício do século XIX localizado no Fulton Market District, com três pisos que serão ocupados com o conceito criado em Portugal e que agora se encontra em fase de internacionalização liderada por João Cepeda, ex-director da Time Out Lisboa e actualmente presidente da Time Out Market Worldwide e director criativo com responsabilidades na condução da expansão internacional do conceito.

Segundo anunciou a publicação, o novo espaço no Fulton Market District, que deverá abrir um ano depois do Time Out Market de Miami cuja inauguração está prevista para o primeiro semestre do próximo ano, contará com 4500 metros quadrados ocupados por 16 restaurantes e 600 lugares, além do primeiro rooftop da Time Out.

Miami South Beach será, recorde-se a localização do primeiro espaço Time Out Market fora do mercado português, dando o pontapé de saída aos planos de internacionalização do conceito estreado em Lisboa. Após notícias de que o primeiro espaço poderia abrir portas em cidades como Londres, onde chegou a ser anunciado, ou Nova Iorque, João Cepeda garantiu recentemente ao M&P que “a abertura do próximo Time Out Market está prevista para Miami South Beach na primeira metade de 2018”, ressalvando que “continuamos à procura de novos espaços um pouco por todo o mundo”.

Por cá, falou-se na expansão do conceito para a cidade do Porto, na estação de S. Bento, mas entretanto o projecto não avançou. Cepeda garantia então que continua a ser um objectivo abrir no Porto, explicando apenas que “continuamos a trabalhar num processo de licenciamento que é naturalmente complexo”.

Deixe aqui o seu comentário