10 campanhas portuguesas que deram que falar em 2017

Por a 22 de Dezembro de 2017

2017A lista não é objectiva mas ajuda a fixar alguns dos momentos mais impactantes na comunicação ao longo de 2017

A mais popular no site do M&P
Ao longo de 2017, a notícia sobre a campanha somou 22 mil likes no site do Meios & Publicidade. A WOW Agency realizou e produziu o vídeo La La Porto, que nasceu como um elogio à Invicta. O vídeo, inspirado no filme que recebeu seis Óscares, apresenta imagens da Ribeira do Porto, da Avenida dos Aliados, dos Clérigos e da Casa da Música.
O #LaLaChallenge pretendia funcionar como um incentivo para que habitantes de outras cidades do mundo saíssem à rua, dançassem e mostrassem a beleza do lugar. A música utilizada no vídeo pertence ao filme La La Land, Another Day of Sun, e foi adaptada da versão original.

A auto-promoção mais baladalada
“Esta agência acaba de fazer um funeral no jardim para o seu site obsoleto”, descrevia em Fevereiro a AdWeek, na secção AdFreak, a propósito do filme criado pela Nossa onde a agência “enterrava” o site antigo. A Nossa tinha lançado um novo site, que coincidia com a mudança de instalações, de Santo Amaro de Oeiras para uma casa em Algés, criando uma homenagem ao site “que tantos prémios, alegrias e clientes tinha trazido para a agência entre 2012-2016”. “Claramente, estes tipos têm muito tempo para matar” brincava a publicação, que descrevia a Nossa como uma “agência proeminente da cena publicitária digital portuguesa”. A realização do filme esteve a cargo de Nuno Maltez, da Bom da Fita.

O único leão em Cannes
Foi na secção de Health & Wellness que a FCB Lisboa conquistou o único leão em Cannes de 2017, neste caso de bronze, para Portugal. A agência foi distinguida em Craft Radio/Script pelo anúncio de rádio Disclaimer para os preservativos Harmony. A produção é da Jamute Audio (Curitiba, Brasil). Trata-se de um spot com um minuto onde alguém conta: “Se eu gosto de crianças? Eu adoro crianças, excepto quando…” seguindo-se uma lista de comportamentos associados a crianças.

O mais premiado para um canal de TV
O projecto de brand entertainment Cobblestone Riders, criado pela FCB Lisboa para o canal de desportos de acção Fuel TV, foi premiado no Eurobest, Clio Awards, LIA, El Ojo, Sapo, Lusos e LIAF – em Cannes não saiu da shortlist, mas nos Prémios M&P Criatividade Inovação recebeu o grande prémio.
Trata-se de uma tábua de skate que se encaixa nos carris de eléctrico. O propósito do movimento Cobblestone Riders tem como base uma inovação desenvolvida por Ricardo Marques e que quer levar esta modalidade de skate aos carris das cidades dos quatro cantos do mundo. Este projecto teve produção da Bro Lisboa.

Provavelmente o anúncio mais épico do ano
A Super Bock assinalou em Março o 90.º aniversário com um filme histórico, que retrata a expressão da amizade e das relações em Portugal, desde 1927 até aos dias de hoje. Com a assinatura da agência O Escritório e a produção da Ministério dos Filmes, o anúncio foi gravado durante quatro dias em Guimarães, envolvendo mais de 200 pessoas, das quais 120 figurantes e 80 da equipa de filmagens.
Ao longo do spot surgem vários rótulos e garrafas antigas, ao mesmo tempo que se pode assistir aos vários momentos de transformação do país e da sociedade, como a repressão estudantil, o 25 de Abril, as manifestações anti-propinas ou, já no final, a eleição de Donald Trump e um beijo entre duas mulheres.

A que teve impacto lá fora
A primeira edição do Festival Política contava com uma campanha que mostrava que o “O mundo está cheio de pessoas assim”. Com o objectivo de sensibilizar os cidadãos para os efeitos da abstenção, surgia uma personagem racista, misógina e homofóbica que além de proferir várias frases que podiam chocar o cidadão comum… votava. O anúncio tornou-se viral em França, graças ao Facebook do programa de televisão Culture Pub, tendo ultrapassado o milhão de visualizações.
O filme teve criatividade da 004 e produção da Krypton, com realização de Gonçalo Franco.

O novo branding mais internacional
A nova prova da UEFA só irá arrancar em 6 de Setembro de 2018, mas em Setembro ficamos a conhecer a identidade da Liga das Nações, que promete ser uma espécie de Champions das selecções. O branding é da Y&R Branding e tem um elemento inovador. A marca, tal como a própria competição, estará sempre em movimento, já que participam as 55 federações-membro da UEFA, que serão divididas em quatro ligas. De acordo com os resultados dos jogos, as cores das equipas poderão subir ou descer, fazendo com que a identidade não seja estática.
“A UEFA lançou-nos um enorme desafio quando nos pediu para criar esta marca. Acreditamos que desenvolvemos uma solução que não só está em linha com a ambição e relevância deste novo torneio, como contribuirá de forma decisiva para ligar os fãs de futebol à UEFA Nations League”, justificou então Pedro Gonzalez, director-geral da agência.

cristina capasA edição mais promovida de uma revista
Já se sabe que Cristina Ferreira é uma máquina a promover a sua revista (tal como noutros projectos em que se envolve). A edição de Julho da revista Cristina chegou às bancas com duas capas, uma com um casal de homens a beijar-se, a outra com um casal de mulheres. As capas tiveram grande repercussão nas redes sociais por lançarem a questão “Isto choca?”. A própria apresentadora assegurou que houve quiosques que se recusaram a vender a publicação. Além disso, nos mupis da rede TOMI foi lançada uma votação ao público para escolher a capa preferida. Tudo foi acompanhado e divulgado no programa Você na TV da TVI. Segundo os promotores esta iniciativa tinha como “objectivo envolver e sensibilizar o público e reforçar a luta contra o preconceito associado à homossexualidade e ao movimento LGBT em Portugal”.

A campanha mais urgente
Noutros tempos as agências criativas ter-se-iam envolvido em acções ou campanhas impactantes para alertar os portugueses para a problemática dos incêndios e para o apoio às vítimas. Não foi isso que aconteceu e acabou por ser o Turismo de Portugal, com criatividade da agência Partners, a lançar uma iniciativa para manter a auto-estima e atractividade da região Centro, tão afectada pelos incêndios.
Primeiro, o Turismo de Portugal lançou o desafio aos portugueses para enviarem vídeos sobre a região Centro, que depois seriam transformados em quatro filmes por quatro realizadores. O resultado foi a campanha Faça um plano pelo Centro de Portugal, com filmes assinados pelos realizadores Diogo Morgado, Rúben Alves, Pedro Varela e Edgar Pêra, em co-autoria com cerca de dois mil portugueses. Aventura, Criatividade, Herança e Natureza são os temas desenvolvidos pelos realizadores com planos filmados pelos portugueses, em filmes com cerca de três minutos e com versões de 20 segundos para televisão.

10A colaboração inédita
À data tinham morrido 64 pessoas. O concerto solidário Juntos Por Todos, que teve lugar no Meo Arena a 27 de Junho para apoiar as vítimas dos incêndios, foi transmitido ao vivo e em simultâneo na RTP, SIC e TVI. Aos três canais generalistas juntaram-se também todas as rádios portuguesas num esforço conjunto para prestar homenagem às vítimas do incêndio em Pedrógão Grande, com o objectivo também de angariar receitas para ajudar as populações afectadas. A receita obtida, um milhão e 153 mil euros através da linha telefónica solidária e 300 mil euros em receitas de bilheteira, foi entregue à União das Misericórdias Portuguesas.
Após mais 44 mortos com os incêndios do fim de Outubro, os três canais voltaram a tomar uma iniciativa inédita ao transmitirem em Novembro em simultâneo os jogos da selecção contra a Arábia Saudita e os Estados Unidos. A receita líquida dos dois jogos reverte na totalidade para as vítimas dos incêndios das semanas anteriores.

Deixe aqui o seu comentário