“Dentro de um ano pelo menos uma das holdings de media e publicidade será detida por uma consultora”

Por a 9 de Novembro de 2017

IMG_7074A previsão foi feita nesta última manhã de Web Summit por Michael Kassan, CEO da MediaLink, numa análise à evolução que espera a indústria de marketing e publicidade nos próximos anos. O empreendedor e especialista em media digital afirma estar certo que no espaço de um ano uma das holdings globais de comunicação e publicidade, como a Interpublic, Omnicom, Publicis ou WPP, passará a ser detida por uma das principais consultoras de management como a Accenture, PwC ou McKinsey & Company. “Dentro de um ano, ou menos porque já fiz este previsão no passado mês de Junho em Cannes, um das holdings de media e publicidade será detida por uma das grandes consultoras de management”, afiançou Michael Kassan, acrescentando que, na sua opinião, “esse movimento faz todo o sentido do ponto de vista de negócio”.

“Este tipo de companhias tem uma grande historial de investimento e capacidade financeira para suportar as transformações necessárias à indústria, com as agências a precisarem de acompanhar a evolução de um mercado em que deixaram de ser os principais intermediários entre as marcas e os consumidores”, explica o CEO da MediaLink, referindo que “sempre pensámos que seria a indústria dos media a sentir o primeiro impacto desta desintermediação mas na verdade acabou por ser a indústria criativa a absorver esse primeiro impacto porque porque quer nós quer as grandes empresas tecnológicas competimos pelo mesmo share de atenção e as marcas estão a ir directamente à atenção dos consumidores através destas novas plataformas”.

Olhando para a evolução que espera a indústria de marketing e da publicidade, Michael Kassan não tem dúvidas de que “a principal tendência a que vamos assistir será esta convergência no sector que terá as consultoras de management no seu centro, rodeadas das agências de publicidade e de media e das grandes empresas de tecnologia”. “Caminhamos para a convergência, intersecção, desintermediação”, aponta, ressalvando que “é claro que as agências continuam e continuarão a ter um papel importante mas dentro de alguns anos terão de ter skills e oferecer serviços muito diferentes daqueles que oferecem hoje, terão de assumindo um novo mindset se quiserem manter-se relevantes”.

Deixe aqui o seu comentário