É em Lisboa que nasce animação premiada em Cannes

Por a 29 de Outubro de 2017

alpinUm sócio em Lisboa e outro em Viena. Juntos já conseguiram ser premiados, a par de festivais em Portugal e Áustria, em Cannes. “Quando começámos o Salon Alpin decidi mudar-me para Lisboa por questões familiares. A ideia era perceber como funcionávamos a trabalhar à distância. A verdade é que resultou muito bem”, conta ao M&P o austríaco Simon Griesse (na foto), que, com Phillip Cormella, é sócio do estúdio Salon Alpin.
Estamos no rés-do-chão de uma rua sossegada do Vale de Santo António, num edifício banal de dois pisos. Na rua nada identifica este estúdio que se foi especializando em design, stopmotion, papercraft e gaming. Lá dentro, o rés-do-chão inclui uma mezzanine e o espaço estende-se pelo pátio onde funciona uma cozinha e zona social onde se consegue aceder à oficina, já na cave. Nas paredes estão penduradas várias pranchas de surf, sendo que só uma é de Simon. As outras são de amigos que as usam quando vêm à capital portuguesa. Foi neste espaço que foi totalmente produzido o filme The Magic of Craft, para a marca de luxo Montblanc e que ganhou ouro no festival do Clube de Criativos e nos Prémios Criatividade M&P 2017, nas competições de Craft. Também foi premiado na Áustria pelo Clube de Criativos.
Este projecto de animação em stopmotion envolveu 15 pessoas, incluindo Phillip Cormella, que ficou seis meses em Lisboa, e implicou o recurso a vários fornecedores locais. Na impressão 3D trabalharam com a Lednchips, de Maurício Martins. “Como somos um estúdio pequeno preciso de respostas rápidas. As coisas são menos complicadas em Lisboa e mais rápidas de obter do que em Viena. Isso acontece, por exemplo, com o aluguer de equipamento. Em Viena, quando trabalhava em publicidade, se precisava de uma green box, tinha de conduzir 45 minutos de carro para fora da cidade porque não havia nenhum próximo da agência. Em Lisboa ainda fica tudo perto. Além disso, os freelancers vivem no centro da cidade. O The Lisbon Studio fica já ao fim da rua e o João Rapaz está no Bairro Alto.” Foi, aliás, a equipa da Oldskullfx de João Rapaz que construiu os bonecos que deram forma ao filme da Montblanc.
Na lista de prémios, o Salon Alpin tem também para apresentar quatro leões de ouro e dois de prata conquistados em Cannes com o filme de animação, a preto e branco, criado para o jornal Falter, com criatividade da agência Jung von Matt/Donau. Com 60 segundos, o filme foi pensado para ser exibido nas salas de cinema. Neste caso, o filme, que viria a ser distinguido em Cannes nas competições de Design e Craft, foi criado apenas pelos dois sócios. E que projectos tem agora o Salon Alpin em mãos? Animações para marcas da Alemanha e Áustria a propósito da época de Natal que se avizinha.

 

Artigo completo aqui. Exclusivo assinantes M&P Plus

Deixe aqui o seu comentário