Motor Press Lisboa entra em processo de liquidação

Por a 8 de Setembro de 2017

pjimage (43)A Motor Press Lisboa, detida em 75 por cento pela Motorpress Ibéria e em 25 por cento pela Cruz Quebrada Media, entrou em processo de liquidação. De acordo com o anúncio publicado no Portal da Justiça a 1 de Setembro, Maria Wandosell Alcina, conselheira-delegada da Motorpress Ibérica será responsável pela condução do processo de liquidação. A deliberação é de 26 de Julho.
João Ferreira, administrador da Motorpress, contactado ontem pelo M&P, não prestou qualquer esclarecimento sobre o futuro da editora responsável por títulos como Autohoje, Pais & Filhos e Motociclismo. No entanto, em declarações ao Dinheiro Vivo, João Ferreira rejeitou que a empresa tivesse anunciado um pedido de insolvência, mas admitiu que “os accionistas continuam à procura de uma solução para dar seguimento com a operação da editora depois dos problemas provocados pela situação de ruptura da distribuidora Urbanos Press/Distrinews II não só em termos logísticos como em termos financeiros”. João Ferreira considera ainda que “não existe neste momento uma situação definida”, havendo “negociações para se encontrarem soluções”.
Recorde-se que a Motorpress fazia parte do grupo de editoras que tinha entregue a distribuição de revistas à Distrinews II, antiga Urbanos Press. Esta distribuidora que, tal como o M&P avançou em Agosto, entrou em incumprimento e não estava a pagar às editoras. Editoras como a Masemba, Goody e Moon Media tinham entretanto passado a distribuição para a Vasp. A Motorpress informou, entretanto, que na “sequência dos problemas relacionados com a distribuidora Urbanos Press/Distrinews II” os títulos passariam esta semana a chegar às bancas via Vasp.
Já no início do ano os títulos da editora G+J, que mantinham uma relação com a Motorpress, tinham abandonado o mercado português. A Men’s Health, que também integrava o portfólio da Motorpress, passou para o Global Media Group.

Deixe aqui o seu comentário