Como os portugueses se deixam influenciar pela tecnologia em tempo de férias

Por a 10 de Agosto de 2017

algarve56% dos portugueses admite que a escolha do destino é muito/algo influenciada por publicações visualizadas em redes sociais, valor mais elevado na faixa etária entre os 19 e 34 anos. Esta é uma das conclusões do estudo “Tecnologia sem Férias”, promovido pela Samsung, que analisou a forma como a tecnologia impacta as férias dos portugueses.
Segundo o estudo, 89% dos inquiridos apontou o smartphone como o aparelho tecnológico mais utilizado durante as férias, seguido pela a câmara fotográfica apontada por 8% da amostra, seguido do computador (2%) e tablet (1%).
Durante as férias, o smartphone é maioritariamente utilizado para ver e tirar fotografias (92%), ver redes sociais (89%) e ver e-mails (69%). Quando questionados sobre que tipo de conteúdos/aplicações os inquiridos utilizam no seu smartphone durante as férias, “mapas” foi a aplicação mais referida (85%), seguida de guias de viagens (39%) e reserva de hotéis (38%). De salientar que 19% da amostra utilizada neste estudo demonstrou-se já disponível para pagar por estes conteúdos.
O estudo “Tecnologia sem férias” revela ainda que estamos perante a upload generation, constantemente conectada, que vive experiências influenciada pelo conteúdo que pode partilhar. 22% dos inquiridos mencionou que tem como motivação na escolha do destino de férias o facto de o local permitir tirar boas fotografias para serem partilhadas nas redes sociais. Quase 90% dos inquiridos afirma que as fotografias partilhadas nas redes sociais são feitas através do smartphone.
Em termos de frequência de utilização de redes sociais: 94% dos inquiridos afirmam aceder ao Facebook todos ou quase os dias e 76% acedem todos ou quase os dias ao Instagram.
De acordo com Cláudia Rodrigues, directora de comunicação da Samsung Portugal, “nos últimos anos, foram registadas mudanças claras na maneira como os dispositivos tecnológicos estão a ser utilizados e como essa utilização altera o comportamento do consumidor, até em períodos de férias. Existe uma mudança de paradigma, principalmente junto dos mais jovens, nos factores que se consideram para a escolha de um destino de férias”.

Fonte: Publituris

Deixe aqui o seu comentário