Miami é o primeiro passo na internacionalização do conceito Time Out Market

Por a 11 de Agosto de 2017

LF_TIMEOUTMARKETFEV-38Miami South Beach será a localização do primeiro espaço Time Out Market fora do mercado português, dando o pontapé de saída aos planos de internacionalização do conceito estreado em Lisboa. Após notícias de que o primeiro espaço poderia abrir portas em cidades como Londres, onde chegou a ser anunciado, ou Nova Iorque, João Cepeda, agora presidente da Time Out Market Worldwide e director criativo com responsabilidades na condução da expansão internacional do conceito, garante ao M&P que “a abertura do próximo Time Out Market está prevista para Miami South Beach na primeira metade de 2018”. Mas, ressalva, “continuamos à procura de novos espaços um pouco por todo o mundo”. Por cá, falou-se recentemente na expansão do conceito para a cidade do Porto, na estação de S. Bento, mas entretanto o projecto não avançou. Cepeda garante que continua a ser um objectivo abrir no Porto, explicando apenas que “continuamos a trabalhar num processo de licenciamento que é naturalmente complexo”.

Para os próximos anos, o responsável aponta como principais objectivos “manter o conceito fiel à sua origem, continuar a chamar os locais, porque nenhum espaço vive só de turismo, e apostar tudo na qualidade do serviço, que, com os números que temos, será sempre o nosso maior desafio”. Números que, de acordo com os resultados de 2016, adianta o presidente da Time Out Market Worldwide, chegaram aos 3,1 milhões de visitantes do Time Out Market Lisboa, num total de 24 milhões de euros de facturação. “E sim, respondendo à pergunta frequente, continuamos a crescer. O balanço é este”, resume João Cepeda, que faz uma retrospectiva dos três anos do projecto em Lisboa e fala sobre os próximos passos do conceito num artigo integrado num dossier especial de 10 páginas dedicado ao sector do Turismo que poderá ler na próxima edição impressa do M&P.

Deixe aqui o seu comentário