Partido Comunista preocupado com “concentração e verticalização sem precedentes no sector”

Por a 14 de Julho de 2017

TVIA aquisição da Media Capital, dona da TVI, por parte da Altice constitui “uma operação de concentração e verticalização sem precedentes no sector”, alerta Bruno Dias, deputado do PCP. O alerta foi feito esta sexta-feira no decorrer da audição do ministro do Planeamento e das Infraestruturas na comissão parlamentar de Economia, que o deputado comunista aproveitou para lançar a questão: “E vamos dizer que não se passa nada?”. Bruno Dias lembrou que “a empresa já controla a rede TDT e o maior operador de televisão por cabo por cabo [Meo]”, o que gera, na sua opinião, um problema de concentração no sector que não tem precedentes em Portugal que “não é um problema regulatório mas de acção e vontade política”. O deputado defendeu assim que o Estado deveria reassumir o controlo da empresa já que esta representa um sector estratégico para a “economia, soberania e segurança das pessoas”. Em resposta, Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas, escusou-se a fazer comentários sobre o tema, considerando que “há matérias que são da regulação do sector e a ela caberão”. “Estou seguro de que o regulador estará atento à situação”, afirmou.

Deixe aqui o seu comentário