Altice e Prisa chegam a acordo para aquisição da Media Capital em negócio de 440 milhões

Por a 14 de Julho de 2017

Altice_Logo_POSITIVE_PRIMARY_RGBÉ oficial a aquisição da Media Capital, dona da TVI, por parte da Altice, grupo francês que detém a PT e a operadora de telecomunicações e televisão Meo, num negócio que rondará os 440 milhões de euros. O movimento será concretizado através de uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) geral e obrigatória por parte do Meo pela totalidade das acções do grupo de media dono da TVI, cujo capital é detido em 94,69% pela espanhola Prisa. O valor envolvido no negócio consta do Anúncio Preliminar de Lançamento de Oferta Pública de Aquisição enviado pela Altice à Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM), onde se refere que o objecto da OPA é constituído pela totalidade das 84.513.180 acções, com o valor nominal de 1,06 euros.

No comunicado explica-se que a aquisição surge “na sequência da celebração, no dia 13 de Julho de 2017, após o encerramento do mercado em Portugal, de um contrato de compra e venda de acções com a Promotora de Informaciones, S.A. (Prisa), para a aquisição de acções representativas de 100% do capital social da Vertix, SGPS, S.A. (Vertix), que é titular de acções representativas de 94,69% dos direitos de voto do grupo Media Capital, SGPS, S.A”. O negócio fica agora dependente de aprovação por parte da Autoridade da Concorrência e do parecer da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC).

Através do documento enviado à CMVM, a empresa que detém a PT e o Meo explica que a aquisição do grupo Media Capital se enquadra na “estratégia de convergência global da Altice e segue o caminho adoptado em França, nos Estados Unidos e em Israel”, sublinhando que a empresa se compromete a manter a plataforma aberta da sociedade visada no mercado português, assegurando o seu sucesso num panorama digital e dos media em rápida evolução e com novos desafios e oportunidades”. Entre os objectivos da Altice para a Media Capital estão o investimento na expansão digital, o desenvolvimento de novos canais e formatos e a aposta na produção de conteúdos locais.

Na sequência deste negócio, o grupo francês junta aos seus activos, além da estação generalista TVI, o canal de informação TVI24, os canais temáticos por cabo TVI Ficção e TVI Reality e a aplicação OTT TVI Player, aos quais se juntam a produtora de ficção Plural. Há ainda os núcleos da Media Capital Rádios, onde se incluem as estações Comercial, M80, Cidade FM, Smooth FM e Vodafone FM, e da Media Capital Digital, que integra o portal IOL (através da PT a Altice já detém também o portal Sapo), além de projectos como o site desportivo Mais Futebol ou o site de informação automóvel Autoportal. Numa nota enviada à Lusa, o grupo francês garante que “a integridade e independência editorial da Media Capital servirá de princípio norteador para os negócios de media da Altice”.

Novos canais e exportação de conteúdos para mercados internacionais estão entre os planos da Altice para a Media Capital. Saiba aqui o que o grupo dono da PT e do Meo pretende fazer com os novos activos e qual a estratégia que irá seguir na área dos media.

Em actualização

Deixe aqui o seu comentário