Renascença e RTP distinguidas na primeira edição do prémio europeu Migration Media Award

Por a 19 de Junho de 2017

unnamed“Encalhados no Quintal da Europa”, reportagem assinada pela jornalista Catarina Santos, valeu à Renascença o primeiro prémio na categoria de Rádio naquela que foi a primeira edição do Migration Media Award. A iniciativa do Centro Internacional para as Políticas de Desenvolvimento das Migrações, com apoio da presidência de Malta para a União Europeia, foi levada a cabo pela primeira vez e tem como objectivo distinguir a “excelência jornalística” em reportagens sobre as migrações no Mediterrâneo. O galardão entregue em La Valetta à estação do grupo Renascença Multimédia destaca a reportagem de Catarina Santos pelo “grande valor para a causa do jornalismo de interesse público” já que “derrama uma luz poderosa sobre os desafios humanitários e políticos da recente ‘crise migratória’”, nas palavras de Adan White, membro do júri e da Ethical Journalism Network.

A jornalista da Renascença foi enviada à Grécia em 2016 para reportar a situação de migrantes e refugiados retidos na ilha de Lesbos e em Antenas, depois da entrada em vigor do acordo da União Europeia com a Turquia, que determinava a deportação de migrantes. A reportagem conta ainda com o trabalho gráfico e de pós-produção de Rodrigo Machado, coordenação de Maria João Cunha e Pedro Rios, desenvolvimento de Tânia Barreira e produção web de Luís Alves. “Este prémio permite o desenvolvimento da história contada no primeiro trabalho, financiando uma nova reportagem sobre o tema”, antecipa a estação.

Além do primeiro prémio em rádio, Portugal teve ainda mais uma distinção, com um terceiro prémio para a RTP na categoria de vídeo pela peça “Ai, Mouraria”, assinada pela jornalista Mafalda Gameiro.

Deixe aqui o seu comentário