Jornal Económico fecha parceria com consultora chinesa para organizar conferências e eventos nos dois mercados

Por a 19 de Junho de 2017

EconómicoDepois da parceria anunciada no passado mês de Março com jornal chinês Macao Daily, o Jornal Económico reforça agora a aposta naquele mercado com uma parceria com a consultora chinesa Perfeição, detida pela empresária Susana Chou. O acordo, assinado esta segunda-feira pelas 17h30 à margem da conferência sobre investimento chinês Fórum Empresarial das Oportunidades de Negócios entre Portugal, China e Região Administrativa Especial de Macau, no Sana Lisboa, permitirá ao título da Megafin organizar conferências e eventos em Portugal e na China, além de “missões empresariais que ajudem as empresas chinesas e portuguesas a entrarem em novos mercados de investimento e exportação, cooperando também em outras iniciativas que contribuam para o reforço das relações comerciais e culturais entre a China e os países da Lusofonia”, explica o Jornal Económico.

A Perfeição é uma empresa sediada em Macau e dedica-se no estudo do mercado económico da China e dos Países de Língua Portuguesa (PLP), fornecendo serviços de consultoria referente a projectos e investimentos nas áreas de infraestrutura, construção civil, energia, pesca e telecomunicações, entre outros sectores, tendo sido fundada por Susana Chou, ex-presidente da Assembleia Legislativa de Macau e sócia e vice-presidente da Novel Enterprises Ltd, empresa de Hong Kong que foi a maior accionista das marcas Michael Kors, Tommy Hilfiger e Pepe Jeans.

Recorde-se que, no passado mês de Março, o Jornal Económico e o jornal chinês Macao Daily estabeleceram uma parceria no sentido de partilharem conteúdos editoriais. Na sequência deste acordo, o Económico passou a contar com uma secção semanal sobre a economia e as empresas portuguesas no Macao Daily, um dos maiores jornais de Macau com uma circulação impressa paga de cerca de 120 mil exemplares por dia, sendo todos os conteúdos produzidos pela equipa do Jornal Económico e posteriormente traduzidos para a língua chinesa.

No sentido contrário, o acordo tem como contrapartida a publicação, por parte do Jornal Económico, de uma secção semanal dedicada à actualidade chinesa alimentada por conteúdos do Macao Daily, quer em língua portuguesa quer em chinês. “O objectivo desta parceria é fomentar a cooperação e os laços económicos, culturais e políticos entre os dois países, aproveitando o enorme potencial de Macau enquanto ponto de encontro entre a Lusofonia e a China”, referia-se numa nota publicada pelo jornal, onde se acrescentava que “os dois jornais vão trabalhar em conjunto para promoverem a cooperação e o conhecimento mútuo entre Portugal e a República Popular da China”.

Deixe aqui o seu comentário