“Sem os nossos conteúdos Google e Facebook, eram umas páginas amarelas com uns gatinhos a tocar piano”

Por a 24 de Março de 2017

pjimage (17)O painel que encerrou esta quinta-feira a QSP Summit, na Exponor, e que juntou produtores e distribuidores de conteúdos, ficou marcado pelo apontar do dedo de Francisco Pedro Balsemão ao Google e ao Facebook. “Sem os nossos conteúdos Google e Facebook, eram umas páginas amarelas com uns gatinhos a tocar piano”, considerou Francisco Pedro Balsemão. Apesar de não haver números oficiais, calcula-se que três quartos da publicidade digital em Portugal passe pelo Google e pelo Facebook.
O CEO da Impresa destacou que é necessário, por parte desses players, “transparência fiscal e pagamento dos direitos de autor”. “Tem de haver uma compensação justa” para que as empresas de media possam “investir mais nos conteúdos”,  defendeu.
Presente no painel, o CEO do Google Portugal, Bernardo Correia, considerou que o caminho entre os players internacionais e os grupos de media portugueses deverá ser trabalhar em conjunto “para colocar o conteúdo certo à frente do consumidor certo”, havendo margem para a “partilha do risco e das receitas”. O gestor destacou ainda o papel do fundo do Google para o desenvolvimento de projectos digitais de informação, Digital News Initiative (DNI), que atribuiu 3,6 milhões de euros  e que vai já na terceira ronda. O painel contou ainda com a participação de Miguel Almeida, CEO da NOS,  e de Gonçalo Reis, presidente da RTP.

Deixe aqui o seu comentário