Banco Popular quer chegar a diferentes públicos através de parcerias com grupos de media

Por a 20 de Março de 2017
popular

O Banco Popular vai assentar a sua estratégia de comunicação com os diferentes públicos-alvo em  “parcerias estratégicas que envolvem, ao mesmo tempo, vários grupos de comunicação social portugueses, que desenvolverão acções mediáticas num mesmo espaço, com um calendário diferente, mas sob um mesmo conceito”. “Conversas Soltas Popular é o nome de um espaço de debate sobre temas relacionados com diversos sectores estratégicos para o Banco Popular, tais como as PME, o Turismo, a Agricultura, o Comércio ou os Transportes. Relativamente aos particulares os temas a abordar fazem parte do estilo de vida que potenciam a relação que temos uns com os outros. Mais tempo, mais perto, mais amor, mais educação, mais cooperação, mais cidadania, mais família. As Conversas Soltas Popular irão decorrer na sede do Banco Popular, associados a um conceito de exclusividade terão um número limitado de lugares, para acolher audiência específica e relacionada com cada uma das temáticas”, explica a instituição. “A estratégia do Popular passa por uma abordagem a 360º multimeios explorando os níveis de eficiência e eficácia que cada meio pode proporcionar. Numa lógica constante ao longo de todo o ano, naturalmente de acordo com as audiências e targets específicos. Neste raciocínio o Popular irá trabalhar a oferta para os vários segmentos de uma forma totalmente disruptiva cheia de personalidade, dinamismo, simplicidade, modernidade e com toda a transparência”, diz Carla Santos, coordenadora executiva marca e comunicação do banco popular. Jornal de Negócios, Observador, TSF, Diário de Notícias, Jornal de Notícias e Expresso, serão os meios com os quais o banco estabeleceu parcerias para as Conversas Soltas.

Deixe aqui o seu comentário