Mais anunciantes suspendem publicidade no YouTube

Por a 27 de Março de 2017

YouTubeDepois do mercado britânico, o boicote dos anunciantes às plataformas de publicidade do Google, nomeadamente o YouTube, ganha força do outro lado do Atlântico. Grandes anunciantes como a General Motors, Walmart, Pepsico, Johnson & Johnson, Verizon e AT&T decidiram suspender a publicidade do YouTube depois de notícias que davam conta que os seus anúncios surgiam ao lado de conteúdos extremistas e xenófobos.
A Association of National Advertisers dos Estados Unidos emitiu um comunicado onde dá conta que de vários membros “suspenderam a sua publicidade em sites do Google, incluindo o YouTube, depois que alguns anúncios terem sido colocados junto de conteúdos censuráveis, incluindo os de discurso de ódio e de sites dirigidos a terroristas”. “As suas preocupações com o bem-estar de suas marcas são racionais, apropriadas e garantidas”, refere a maior associação de anunciantes do mundo.
As próprias marcas emitiram comunicados a pressionar o Google. A General Motors explicou que “suspendeu todos os anúncios segmentados no YouTube até que o Google possa acompanhar aos padrões da nossa marca”. Para a Walmart, o “conteúdo com o qual estávamos a ser associados é terrível e completamente contra os valores da nossa empresa”.
O Google assumiu entretanto “o compromisso de melhorar. Faremos as alterações necessárias nas nossas políticas e nos controles da marca para os anunciantes”.

Deixe aqui o seu comentário